Sem categoria

Sargento da PM é assassinado com quatro tiros em estacionamento de banco, no Educandos

 

 

O sargento da PM, Afonso Camacho Dias, 44, foi assassinado com quatro tiros por dois homens não identificados, durante um assalto no estacionamento da agência Bradesco, no Educandos - foto: Diego Janatã

O sargento da PM, Afonso Camacho Dias, 44, foi assassinado com quatro tiros por dois homens não identificados, durante um assalto no estacionamento da agência Bradesco, no Educandos – foto: Diego Janatã

O sargento da Polícia Militar, Afonso Camacho Dias, 44, foi assassinado com quatro tiros por dois homens não identificados, durante um assalto – famoso crime chamado ‘saidinha de banco’ – no estacionamento da agência Bradesco, localizada na avenida Leopoldo Perez, bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. O fato ocorreu por volta de 15h desta sexta-feira (17).

Na ação os suspeitos roubaram a quantia de R$ 58 mil do militar e, ainda levaram a arma do policial. Imagens das câmeras de segurança da agência foram solicitadas pela equipe de investigação.

Um vídeo gravado por testemunhas mostra o momento em que a dupla de atiradores dispara duas vezes contra o sargento, que tentou se esconder debaixo do carro em que estava uma picape L200 de cor marrom e placa OAG 1371. Depois de roubar o dinheiro os assaltantes fugiram em um carro modelo Gol – cor preta e placa não identificada – em direção ao bairro Cachoeirinha, conforme as testemunhas.

Uma testemunha informou ao AGORA que o sargento prestava serviço de segurança para uma empresa privada do ramo de reciclagem e foi efetuar o saque. “Ele trabalhava com um amigo como segurança e executava funções como esta. Ele deve ter percebido que seria assaltado, reagiu e foi baleado”, disse. A Polícia Civil informou que os tiros atingiram axila, peito, cabeça e braço esquerdo da vítima que morreu no local.

De acordo com o titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), delegado Adriano Félix, o sargento efetuou um saque no valor de R$ 60 mil na agência e deixava o local quando foi abordado pelos suspeitos.

“Os suspeitos estavam no estacionamento e eles efetuaram vários disparos na vítima e fugiram com a maior parte do dinheiro. Caíram no local R$ 2 mil. Mas enquanto aos suspeitos, as imagens do circuito interno de segurança do banco serão analisadas pela equipe da DERFD para tentar identificar à dupla”, informou.

Um homem que preferiu não se identificar informou que uma mulher estava com a dupla repassando informações de dentro da agência. “Eles nem chegaram a sair do carro. Uma mulher de dentro do banco repassou as informações a eles”, disse. A polícia relatou que vai apurar as informações de outros envolvidos no crime.

Por Thaís Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir