Dia a dia

Sardinha e aves silvestre são apreendidas pelo Batalhão Ambiental

O pescado se encontra em período de defeso- fotos: divulgação/Batalhão Ambiental

O pescado se encontra em período de defeso- fotos: divulgação/Batalhão Ambiental

Durante fiscalização de rotina do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), na madrugada desta sexta-feira (8), foram apreendidas 55 quilos de sardinhas ilegal no terminal pesqueiro da Panair, localizado no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus.

O pescado se encontra em período de defeso, não pode ser comercializado sem licença, sendo que um comerciante foi flagrado em um dos pontos de venda da balsa sem o documento de origem – Guia de Comercialização e Transporte, estabelecido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), conforme lei.

O responsável ainda tentou driblar a fiscalização, escondendo parte da mercadoria, mas não conseguiu. Ele foi detido e levado para 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O pescado foi doado a uma instituição de caridade.

Já na Zona Leste, uma patrulha do Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) flagrou na noite de quinta-feira (7) um homem suspeito de cometer crimes de roubo no bairro São José, Zona Leste. Ao abordá-lo, os policiais perceberam que havia animais silvestre na residência onde ele morava.

Três curiós, um papagaio-de-peito-roxo e um periquito foram avistados em cativeiro, sem as anilhas de identificação. O Batalhão Ambiental foi acionado e também prendeu o proprietário dos animais, que é pai do suposto ladrão.

Três curiós, um papagaio-de-peito-roxo e um periquito foram avistados em cativeiro, sem as anilhas de identificação

Três curiós, um papagaio-de-peito-roxo e um periquito foram avistados em cativeiro, sem as anilhas de identificação

Ele não apresentou a licença ambiental correspondente, nem o documento de origem das aves. Diante dos fatos, ele foi levado preso por crime ambiental para o 9º DIP, conforme o art. 29 da Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais), e as aves apreendidas.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir