Esportes

São Raimundo empata com Manaus FC e se segura no G-4

Os gols da partida só saíram na etapa final e com zagueiros – foto: Márcio Melo

Os gols da partida só saíram na etapa final e com zagueiros – foto: Márcio Melo

Com um jogador a menos desde os 18 minutos do primeiro tempo, o São Raimundo conseguiu um empate heroico diante do Manaus FC, por 1 a 1, na noite desta quinta-feira (5), no estádio Ismael Benigno – a Colina. Os gols da partida só saíram na etapa final e com zagueiros. Martony abriu o placar para o Gavião do Norte em bela cobrança de falta, e Fábio Gomes anotou para o Tufão, de cabeça.

Com o resultado, o time comandado pelo técnico Alberone se manteve no G-4, agora com dez pontos, um a mais que o Manaus FC, que aparece em quinto, logo atrás. Na próxima rodada – antepenúltima da primeira fase -, o São Raimundo encara o Nacional, na Colina, às 16h, no domingo (9). Já a equipe de Igor Cearense duela com o Rio Negro, no estádio Roberto Simonsen – Sesi, no sábado (8), às 11h.

Chocolate
Na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, o Fast não teve piedade do Nacional Borbense e aplicou a maior goleada da competição: 10 a 0. Os gols foram marcados por Charles, três vezes, Robinho, duas vezes, Cassiano, Emerson Martins, Peninha, Rosembrick e Pedrinho, contra.
De quebra, o time comandado pelo técnico João Carlos Cavalo assumiu a liderança do Campeonato Amazonense, com 22 pontos. O Camaleão, por sua vez, segue seu calvário. Após dez partidas, o time do interior ainda não conseguiu vencer uma única vez e soma apenas um ponto na tabela de classificação.

Igualdade
Mais cedo, no estádio Gilberto Mestrinho – Gilbertão, em Manacapuru, o Princesa do Solimões empatou com o Rio Negro por 2 a 2. O atacante Jefferson marcou duas vezes e se tornou artilheiro do Barezão, com sete gols. Elivelton e Alan Bahia anotaram para o Galo da praça da Saudade.
O resultado deixa o time da terra da ciranda na vice-liderança, com 20 pontos. Na próxima rodada, os comandados do técnico Zé Marco terão a oportunidade de assumir a ponta do campeonato.

André Tobias
Jornal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir