Esportes

São Paulo treina com Ceni de volante; Pato volta

Na reapresentação do São Paulo após a folga de segunda-feira e a vitória sobre o Grêmio, um volante habilidoso chamou atenção no treinamento. Com porte físico um pouco diferente dos demais jogadores, usando luvas e camisa de mangas longas.

Rogério Ceni era o principal marcador de um dos times no trabalho de campo reduzido proposto por Juan Carlos Osorio. Na atividade desta terça-feira (9), Alexandre Pato voltou aos trabalhos, mas isolado dos demais.

Eram times com 11 jogadores cada, não havia número de toques restrito na bola. Não poderia ser chamado de treinamento coletivo, entretanto, porque o campo tinha dimensões menores do que as habituais. E sempre um goleiro atuava em um dos times como marcador.

O time inicial, com maior número de atletas considerados titulares foi: Renan Ribeiro; Bruno, Rafael Tolói, Dória e Reinaldo; Rogério Ceni, Souza e Michel Bastos; Matheus, Cafu e Luís Fabiano.

Entre o time considerado reserva, de colete azul, alguns atletas que foram utilizados no último jogo. Paulo Henrique Ganso e Rodrigo Caio, por exemplo.

Habilidoso, o ídolo são-paulino, que recentemente renovou contrato até o fim do ano, não decepcionou na linha. Fez lançamentos, deu carrinho e trabalhou bem a bola. Não foi o único a atuar na linha. Renan também esteve ‘no time’ em outro momento da atividade.

Alexandre Pato foi preservado da atividade normal. Em recuperação de uma lesão na panturrilha esquerda que o fez ficar fora do trabalho de sexta-feira, ele voltou a ter atividades físicas, mas ainda fora do trabalho igual aos companheiros. Paulo Miranda, que também não treinou na sexta, segue fora.

O São Paulo se prepara para o confronto com a Chapecoense, no próximo sábado (13), às 16h30. Os trabalhos da semana servem para o técnico Osorio conhecer as capacidades de cada membro do elenco.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir