Esportes

São Paulo sente ausências, perde para o Atlético-PR e sai do G-4

Com uma legião de desfalques, o São Paulo sentiu muito as mudanças na equipe e foi derrotado por 2 a 1 pelo Atlético-PR na noite desta quarta-feira (1º), em Curitiba, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o São Paulo, que chegou à sua terceira partida sem vitória, saiu do G-4 ao continuar com os mesmos 17 pontos. Já o Atlético-PR assumiu a quarta colocação, com 19.

O São Paulo veio a campo bastante modificado em relação aos últimos jogos. Armado no 4-3-3, o time do Morumbi tinha a linha de volantes formada por Thiago Mendes, Michel Bastos e Wesley, e o ataque com Pato (pela esquerda), Jonathan Cafu (pela direita) e Ganso, na função de “falso 9”.

Apesar da falta de entrosamento, o São Paulo conseguiu armar bons contra-ataques e por pouco não abriu o placar em belo chute de Pato aos 16min. Já Ganso teve a melhor chance de marcar aos 26min, mas viu o zagueiro Gustavo tirar a bola em cima da linha.

Se o time visitante funcionava com a bola, na marcação tinha graves problemas. Pato e Jonathan Cafu tinham muitas dificuldades de acompanhar os laterais do Atlético-PR e, com isso, os donos da casa criaram as melhores jogadas pelos lados do campo. Aos 22min, Hernani aproveitou um desses cruzamentos e quase marcou de cabeça.

O gol do time paranaense, no entanto, aconteceu em uma jogada de bola parada. Aos 35min, após cobrança de falta pela lateral, o zagueiro Gustavo se antecipou à defesa são-paulina e, de cabeça, abriu o placar.

O Atlético-PR voltou melhor no segundo tempo e pressionou o São Paulo desde os primeiros minutos. E, novamente, em uma jogada que teve origem pelo lado do campo, os mandantes ampliaram a vantagem.

Aos 13min, Walter foi lançado pelo lado direito do ataque do Atlético-PR e cruzou na medida para Marcos Guilherme, na pequena área, só escorar para o fundo do gol de Rogério Ceni.

O técnico interino Milton Cruz tentou mudar o cenário com a entrada de Centurión no lugar de Jonathan Cafu. E conseguiu. Aos 27min, o goleiro Weverton saiu jogando errado e entregou a bola nos pés do argentino, que fintou o camisa 12 do Atlético-PR e chutou para o gol vazio. Mas não evitou a derrota.

ATLÉTICO-PR

Weverton; Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael; Otávio, Hernani e Marcos Guilherme (Giovanni); Nikão, Ytalo (Jadson) e Walter (Douglas Coutinho). T.: Milton Mendes

SÃO PAULO

Rogério Ceni; Bruno (Lyanco), Edson Silva, Lucão e Carlinhos; Thiago Mendes, Michel Bastos, Wesley, Ganso e Jonathan Cafu (Centurión); Pato (Matheus Reis)
T.: Juan Carlos Osorio
Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Gols: Gustavo, aos 35 min do primeiro tempo; Marcos Guilherme, aos 13, e Centurión, aos 27 min do segundo tempo
Cartões amarelos: Ytalo (A) e Lucão (S)

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir