Esportes

São Paulo é derrotado pelo Avaí e perde G-4 para o Palmeiras

Na gangorra em que os são-paulinos se colocaram neste Brasileiro, o domingo (20) em Florianópolis foi novamente dia de ficar por baixo.

O time bipolar comandado por Juan Carlos Osorio repetiu uma atuação ruim e perdeu para o Avaí, que começou a rodada na zona do rebaixamento, por 2 a 1.

Os gols da equipe catarinense foram feitos por Marquinhos, em cobrança de falta, aos 17 min do primeiro tempo, e Anderson Lopes, aos 26 do segundo.

O único ponto positivo para o são-paulino foi o gol de Breno, que novamente atuou como volante (mérito de Osorio). Ele mesmo iniciou a jogada e a concluiu dentro da área. Primeiro gol dele desde o retorno ao clube neste ano.

Breno voltou a jogar há pouco mais de um mês. E esse gol é apenas o terceiro dele com a camisa tricolor. Os outros dois foram em 2007.

O zagueiro, hoje volante, ficou mais de quatro anos sem jogar. E dois dos últimos anos ele passou preso na Alemanha, por atear fogo na própria casa quando era jogador do Bayern de Munique.

Se o gol simboliza a concretização da volta por cima de Breno, o mesmo não dá para dizer do São Paulo neste Brasileiro. Mesmo beneficiado pela derrota do Flamengo, o time do Morumbi perdeu a quarta colocação para o Palmeiras, que venceu o Grêmio no sábado (19), por 3 a 2.

A descida à quinta colocação, com 42 pontos, aconteceu com uma equipe desfigurada pelos desfalques e também pela opção do treinador em deixar o lateral Bruno, o volante Thiago Mendes e o atacante Alexandre Pato no banco de reservas no início da partida.

A opção se explica pelo fato de na quarta-feira (23), o São Paulo encarar o Vasco, no Rio, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

O goleiro Rogério Ceni, o volante Hudson, o meia Ganso e o atacante Wilder nem sequer foram para Florianópolis, mas devem ser relacionados contra o Vasco.

E mais: Centurión foi liberado para resolver questões particulares. Luis Fabiano e o Michel Bastos cumpriram suspensão por cartão.

O que sobrou, mesmo com a entrada dos titulares que ficaram no banco, não conseguiu marcar nem um ponto nesta ida a Santa Catarina.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir