Esportes

São Paulo atrasa pagamentos, e Lugano é pivô de racha no grupo

São-Paulo-Fc

Ainda segundo o clube, a diretoria já vinha se reunindo com os jogadores para esclarecer a situação – foto – divulgação

Mais um capítulo da nova crise que se desenrola no São Paulo foi escancarado nesta sexta-feira (19). Atrasos de pagamentos de direitos de imagem e de premiações fizeram o elenco instituir um pacto de silêncio com a imprensa que acabou se tornando pivô de uma briga interna no grupo, segundo informações da ESPN e confirmadas pela Folha de S.Paulo.

O São Paulo confirmou o atraso nos pagamentos de direito de imagem de dezembro do ano passado e de janeiro deste ano, mas, segundo o clube, o valor referente a dezembro começou a ser pago nesta quinta-feira. O de janeiro ainda está totalmente pendente.

Ainda segundo o clube, a diretoria já vinha se reunindo com os jogadores para esclarecer a situação.

Os jogadores combinaram, antes da partida contra o The Strongest (BOL), que não falariam com a imprensa, mesmo que o resultado fosse positivo.

Na terça-feira (16) que antecedeu o jogo contra os bolivianos, nenhum jogador quis dar a habitual entrevista coletiva, e Bauza, que não costuma falar antes das partidas, foi quem se dirigiu à imprensa.

Segundo a o site da “ESPN”, o plano do elenco são-paulino seria, com uma boa vitória, mostrar ao torcedor que, mesmo sem receber, o time não deixaria se afetar dentro de campo. A derrota complicou o planejamento.

Após a partida, Lugano defendeu que os atletas falassem e causou um mal estar e discussão com Michel Bastos, que tem sido o capitão da equipe desde o começo da temporada.

A maioria dos jogadores ficou do lado de Bastos e contra Lugano. Além do uruguaio, os atacantes Calleri e Kardec, e o goleiro Denis também falaram com a imprensa na saída do vestiário.

Nos dias que sucederam a partida, apenas Maicon, recém-chegado, e Lugano deram entrevistas.

Procurado, Lugano não respondeu à Folha de S.Paulo.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir