Esportes

Santos sai atrás, mas arranca empate com Audax e deixa decisão em aberto

Se houver nova igualdade, seja por qualquer placar, haverá decisão nas cobranças de pênaltis - foto: divulgação

Se houver nova igualdade, seja por qualquer placar, haverá decisão nas cobranças de pênaltis – foto: divulgação

Com um gol de Ronaldo Mendes já aos 34min do segundo tempo, o Santos conseguiu buscar o empate por 1 a 1 diante do Audax na tarde deste domingo (1), em Osasco, pela primeira partida da final do Campeonato Paulista.

Depois de criar as melhores chances na etapa inicial, o time da Vila Belmiro foi vazado logo no começo do segundo tempo, com Mike. Mas, o jovem meia santista, que havia acabado de entrar no jogo no lugar de Lucas Lima, selou o empate em belo chute de fora da área.

Este foi o segundo gol do camisa 23 do Santos sobre a equipe de Osasco na competição. No confronto entre as equipes pela primeira fase da competição, Ronaldo Mendes decretou a vitória por 2 a 1, na Vila Belmiro.

Agora, na segunda partida da decisão, marcada para o próximo domingo (8), na Vila Belmiro, o Santos precisará de uma vitória simples para conquistar o 22º título paulista na sua história.

Se houver nova igualdade, seja por qualquer placar, haverá decisão nas cobranças de pênaltis.

Jogo

O Santos respeitou o modelo de jogo do Audax e, desde o início do jogo, não fez marcação pressão na saída de bola adversária. Optou por jogar mais recuado na defesa para atacar em velocidade nos contra-ataques.

Apesar do time de Osasco ter mais posse de bola e presença ofensiva até o intervalo, a equipe da Vila Belmiro criou as melhores jogadas no campo de ataque e chegou a acertar duas vezes a trave do goleiro Sidão. Ambas em chutes de Ricardo Oliveira, aos 35min e 40min.

Momentos antes, Vitor Bueno e Gustavo Henrique também haviam desperdiçado boas oportunidades na grande área dos donos da casa.

Já o Audax, mesmo vulnerável às descidas rápidas dos visitantes, também rondou a grande área adversária e teve chances de marcar. Na melhor delas, aos 21min, Ytalo chutou rasteiro da entrada da área para importante defesa do goleiro Vanderlei.

Preocupado com o domínio santista na partida, o técnico Fernando Diniz promoveu a entrada do atacante Wellington e deixou o Audax ainda mais ofensivo no segundo tempo.

Em contrapartida, o Santos continuou com muito espaço para contra-atacar. Gabriel, duas vezes, e Vitor Bueno, desperdiçaram outras boas chances de abrir o placar antes dos 10min.

E os santistas foram punidos por não terem aproveitado os lances. Aos 12min, após bela troca de passes, Mike recebeu passe de Tchê Tchê na grande área, cortou a marcação de Gustavo Henrique e chutou no canto para fazer 1 a 0 para o Audax.

Em desvantagem, o Santos ficou em situação ainda pior em campo após a saída de Lucas Lima, lesionado, para a entrada de Ronaldo Mendes. Porém, o jovem meia acabou sendo decisivo.

Aos 34min, após uma saída errada de Tchê Tchê, o camisa 23 santista acertou um forte chute de fora da área e selou o 1 a 1.

AUDAX

Sidão; André Castro, Yuri, Bruno Silva e Velicka; Camacho, Tchê Tchê e Juninho (Wellington); Mike, Bruno Paulo e Ytalo

T.: Fernando Diniz

SANTOS

Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Thiago Maia, Vitor Bueno (Paulinho) e Lucas Lima (Ronaldo Mendes); Gabriel (Joel) e Ricardo Oliveira

T.: Dorival Júnior

Estádio: Prefeito José Liberatti, em Osasco

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza

Gols: Mike, aos 12, e Ronaldo Mendes, aos 34min do 2º tempo

Cartões amarelos: André Castro, Wellington (A), Lucas Lima e Gustavo Henrique (S)

Público: 12.669 pagantes

Renda: R$ 463.730,00

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir