Esportes

Santos negocia com atacante que sofreu com jejum de gols no ameaçado Goiás

O atacante Bruno Henrique, do Goiás, está no topo da lista de reforços do Santos para a próxima temporada. O atleta de 24 anos ficou um turno inteiro do Campeonato Brasileiro sem marcar gols.

A revelação esmeraldina balançou as redes duas vezes diante do Atlético-PR na segunda rodada e só voltou a fazer um gol, contra o Palmeiras, na 22ª rodada da competição.

Bruno Henrique se recuperou no segundo turno e soma seis gols. A reportagem apurou que a diretoria santista já iniciou conversas para contratar o atleta, mas a ameaça de rebaixamento do time goiano no Campeonato Brasileiro impede que o clube paulista antecipe o acordo.

O presidente do Goiás, Sérgio Rassi, confirma que recebeu propostas por Bruno Henrique, mas ressaltou que o clube está totalmente focado na reta final do Brasileirão e, por isso, só voltará a conversar sobre negociações após o término da competição.

‘No momento estamos preocupados com o final do Campeonato Brasileiro. Só pensamos nisso. Várias propostas têm chegado para o Bruno Henrique, Eric e companhia, mas só vamos analisar depois do campeonato’, afirmou o dirigente.

O presidente do Goiás diz que Bruno Henrique tem contrato até 2019, mas ressalta que o jogador não é inegociável. O clube goiano detém 60% dos direitos econômicos do atacante. Investidores ligados ao atleta possuem o restante.

“Nunca se faz negócio pela multa e, sim, por um valor abaixo. Qualquer jogador é negociável, mas hoje só pensamos no Brasileiro”, disse.

Bruno Henrique agrada Dorival Júnior por três motivos motivos ­ velocidade, técnica e disciplina tática. O atacante também se destaca na marcação, virtude indispensável no chamado ‘futebol moderno’ atualmente.

Além de um zagueiro, a diretoria santista prioriza a contratação de dois atacantes, no mínimo, para a próxima temporada. Dorival pediu um atacante de velocidade, que atue pelos lados do campo, e outro de área, que possa substituir Ricardo Oliveira.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir