Esportes

Sandro Meira Ricci será o árbitro brasileiro na Rio-2016

No ano passado, Ricci apitou a polêmica vitória do Chile sobre o Uruguai por 1 a 0, pelas quartas de final da Copa América - foto: divulgação

No ano passado, Ricci apitou a polêmica vitória do Chile sobre o Uruguai por 1 a 0, pelas quartas de final da Copa América – foto: divulgação

O árbitro Sandro Meira Ricci, 41, foi selecionado pela Fifa para apitar os jogos do torneio masculino da Olimpíada do Rio. Além de Ricci, o Brasil terá outros dois assistentes: Emerson de Carvalho e Marcelo Van Gasse.

O trio é o mesmo que representou o Brasil na Copa do Mundo. Na oportunidade, Ricci, foi o primeiro a marcar um gol com a ajuda na tecnologia da linha do gol, no jogo entre França e Honduras.

No ano passado, Ricci apitou a polêmica vitória do Chile sobre o Uruguai por 1 a 0, pelas quartas de final da Copa América. Ele expulsou dois jogadores uruguaios: o atacante Cavani e o lateral Fucile, além do técnico Tabárez.

A expulsão de Cavani foi muito contestada pelos uruguaios. No lance, o zagueiro chileno Jara provoca Cavani com uma ‘dedada’ por trás. O uruguaio reage com um leve tapa e é expulso (ele já tinha o cartão amarelo por uma reclamação anterior) -Jara continuou em campo, e depois disse o Chile conseguiu o gol da vitória.

Além de Ricci, a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) terá outros dois trios no torneio masculino na Olimpíada: o argentino Nestor Pitana, que terá os assistentes Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti, e o equatoriano Roddy Zambrano, que vai trabalhar com Christian Lescano e Byron Romero.
No total, o torneio masculino terá 16 árbitros e 32 assistentes.

FEMININO

No torneio feminino, o Brasil terá apenas a assistente Neuza Back, 31. As árbitras selecionadas foram a paraguaia Olga Marilin Miranda e a uruguaia Claudia Inês Umpierrez.
O torneio feminino terá 14 árbitras e 24 assistentes.

VEJA OS ÁRBITROS SELECIONADOS

MASCULINO:

Fahad Al Mirdasi – Arábia Saudita
Alireza Faghani – Irã
Ryuji Sato – Japão
Malang Diedhiou – Senegal
Ghead Grisha – Egito
Walter Lopez – Guatemala
Cesar Arturo Ramos Palazuelos – México
Nestor Pitana – Argentina
Sandro Ricci – Brasil
Roddy Zambrano – Equador
Matt Conger – Nova Zelândia
Cuneyt Cakir – Turquia
Ovidiu Hategan – Romênia
Sergey Karasev – Rússia
Antonio Miguel Mateu Lahoz – Espanha
Clement Turpin – França
Diego Haro – Peru
Joseph Lamptey – Gana

Feminino:

Rita Gania – Malásia
Ok Hyang Ri – Coreia do Sul
Gladys Lengwe – Zâmbia
Carol Anne Chenard – Canadá
Lucila Venegas Montes – México
Miranda Olga Marilin – Paraguai
Claudia Ines Umpierrez – Uruguai
Anna-Marie Keighley – Nova Zelândia
Teodora Albon – Romênia
Stephanie Frappart – França
Kateryna Monzul – Ucrânia
Esther Staubli – Suíça
Melissa Borjas Pastrana – Honduras
Maria Carvajal – Chile

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir