Cultura

Sai lista de espetáculos aprovados para o festival de teatro da Amazônia

Montagens infantis, como ‘’O pequeno Principe’’ (à esquerda), da Companhia Trilhares, e adultas, como a peça ‘’Fando y Lis’’, do Atelê 23, são alguns representantes amazonenses – foto: divulgação

Montagens infantis, como ‘’O pequeno Principe’’ (à esquerda), da Companhia Trilhares, e adultas, como a peça ‘’Fando y Lis’’, do Atelê 23, são alguns representantes amazonenses – foto: divulgação

O governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), em coprodução com a Companhia Teatral de Ideias, divulga a relação dos espetáculos selecionados para o 12º Festival de Teatro da Amazônia (FTA), das categorias adulto e infantojuvenil. O evento será realizado no período de 22 a 28 de março, no palco do Teatro Amazonas.

Para a Mostra Infantojuvenil foram classificadas as peças: “Dragão de Macaparana”, da Souffé de Bodó Company (AM), “Fadas”, da Essa É Cia. (SC), “O menino por detrás das nuvens”, da Associação dos Artistas Cênicos do Amazonas – Arte e Fato (AM), “O mistério do sapato desaparecido”, do Teatro por um Triz (SP), “O pequeno príncipe”, da Cia, Trilhares (AM), e “Vidma, a menina trança-rimas”, do Núcleo Caboclinhas (SP).

Já para a Mostra Adulto, os espetáculos aprovados foram: “Acorda amor”, da Cia. Quatro Manos (RJ), “As mulheres do aluá”, do O Imaginário (RO), “Balada de um palhaço”, do Coletivo Dinossauro de Teatro (AM), “Fando y Lis”, do Ateliê 23 (AM), “Mamá”, da Zula Cia. de Teatro (MG), e “Otelo Solo”, do Arnoldo Chaves (AM).

Com número recorde de inscrições para edição deste ano, que praticamente atingiu o dobro da quantidade registrada em edições anteriores, a curadoria do evento, formada pelos diretores teatrais Ribamar Ribeiro e Fabiano de Freitas, ambos da cidade do Rio de Janeiro, que passaram pelo grande desafio de selecionar os 12 espetáculos que fariam parte da programação do 12º FTA.

“Fomos pegos de surpresa. O período da curadoria foi definido tendo como base as edições passadas, que sempre recebiam entre 40 e 45 inscritos no máximo. Este ano, mais que dobrou, recebemos um total de 89 espetáculos, sendo 32 de grupos amazonenses e 57 dos demais estados do país. Destes, 72 espetáculos foram entregues dentro do razo de inscrição e concorreram à programação do festival”, explica João Fernandes, diretor da Companhia de Ideias.

De acordo com o secretário de Cultura, Robério Braga, estes números representam o novo patamar que o Festival de Teatro da Amazônia alcançou. “São 12 anos de experiência e de aprendizado. Uma caminhada longa, que agora colhemos os frutos de um trabalho sério realizado pelo governo do Estado e construído junto com a classe teatral do amazonas. Mudanças foram necessárias durante este processo e o resultado está aí. Nosso festival virou vitrine, em que várias companhias teatrais do Brasil enviaram seus espetáculos, almejando conseguir uma vaga na nossa programação”, comenta.

O 12º FTA é uma idealização da Federação de Teatro do Amazonas (Fetam), com realização da SEC, em coprodução com a Companhia Teatral de Ideias e apoio cultural do hotel Líder, do restaurante Barril de Carvalho e Living Viagem.

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir