Mundo

Rússia confirma prisão de três russos na Turquia, após atentado em Istambul

A Rússia confirmou hoje (13) a detenção na Turquia de três cidadãos russos por suposto envolvimento com o grupo jihadista Estado Islâmico, um dia após o atentado suicida em Istambul que causou a morte a dez turistas.

“Confirmamos a detenção de três cidadãos da Rússia. As causas da detenção ainda estão sendo apuradas”, disse o cônsul-geral da Rússia na Anatólia, Alexandr Tolstopiátenko, à agência de notícias russa RIA Novosti.

Segundo a agência turca Dogan, os três russos foram detidos na Anatólia, na costa mediterrânica da Turquia, por suspeita de terem cooperado com o Estado Islâmico (EI) no atentado suicida de ontem (13) em Istambul, que causou a morte de dez turistas e mais de 14 feridos.

Os três russos estão entre as 65 pessoas detidas e acusadas de envolvimento com o grupo extremista islâmico. Segundo a agência Dogan, além dos três russos detidos na Anatólia, 15 sírios e um cidadão turco foram presos na capital do país, Ancara.

As relações entre a Rússia e a Turquia passa por um dos piores momentos das últimas décadas, depois que dois caças turcos derrubaram um bombardeiro russo, que, segundo a Turquia, teria invadido o seu espaço aéreo, junto à fronteira com a Síria.

A Rússia nega qualquer violação do espaço aéreo turco e acusa a Turquia de proteger o grupo extremista Estado Islâmico, exigindo um pedido de desculpas formal por parte de Ancara.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir