Dia a dia

Rua dos Barés, no Centro, passa por descontaminação da água acumulada com a cheia

unnamed-1

Para a descontaminação foram despejados 50 quilos de cal, correspondente a 1 quilo para cada litro de água acumulada na rua – foto: Tácio Melo/Semcom

Após o rio Negro atingir a cota de 29,04 metros, a prefeitura de Manaus realizou na tarde desta quinta-feira (21), a descontaminação da água acumulada na rua dos Barés, no Centro da capital.

A ação contou com a parceria das empresas Manaus Ambiental e Andrade Gutierrez, onde foram despejados 50 quilos de cal, correspondente a 1 quilo para cada litro de água concentrada no local.

De acordo com o chefe de Divisão da Defesa Civil, Altacir Gomes, o serviço será realizado a cada três meses na área para minimizar o impacto da cheia na localidade. Como estratégia do órgão municipal, o uso de cal controla o PH da água, eliminando o mau cheiro e bactérias, além do surgimento de casos de doenças como leptospirose, hepatite, amebíase, febre tifoide e dermatites.

“Vamos intensificar a ação no período de 90 dias e estender para outras ruas do Centro que forem afetadas por conta da enchente”, explicou Gomes.

O comerciante Flávio Oliveira, 42, parabeniza a iniciativa do órgão municipal no tratamento da água contaminada. “Com a descontaminação da água, o mau cheiro não irá trazer desconforto aos clientes que fazem compras nos comércios neste período de cheia”, comentou o comerciante.

O comerciante ainda disse que o mau cheiro prejudica em até 30% as vendas no local.  “Este é um período bastante difícil para venda de insumos. Os ribeirinhos que vêm a capital para abastecer seus comércios e casas acabam desistindo de comprar devido a estes problemas”, ressaltou.

Por Josemar Antunes (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir