Política

Rotta nega rompimento com Braga ao trocar PMDB pelo PSDB

Rotta disse que a amizade e relacionamento com Arthur foram os fatores decisivos para a mudança de partido – Fotos: Márcio Melo

O vice-prefeito de Manaus e titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, aceitou o pedido feito pelo prefeito Arthur Neto e filiou-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). O anúncio do ex-peemedebista (PMDB), onde permaneceu por mais de dez anos, foi divulgado a todos durante a cerimônia de filiação, ocorrida na noite desta quinta-feira (22) em um clube no bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus.

Na ocasião, o candidato avaliou a mudança como o cotidiano de um navegante. “Alguns navegantes aguardam a chegada do vento, outros a mudança. E existe navegantes que ajustam suas velas. Hoje estou ajustando as minhas velas com a certeza e a convicção que essa harmonia, que iniciou já na campanha para vice-prefeito, tem se transformado em uma sintonia fina. Eu acho que faz bem pra nós [pessoas, políticos e a atual administração]”, disse o agora tucano.

Centenas de pessoas acompanharam a solenidade de filiação

Quando questionado se a decisão de se filiar ao PSDB significa romper com o senador Eduardo Braga (PMDB), Rotta foi claro e enfático em dizer que a filiação não está ligada diretamente ao peemedebista. “Eu não rompi com nenhum partido. Estou entrando no PSDB, atendendo a um convite de uma pessoa com quem tenho mais profundo respeito e admiração”.

O candidato frisou ainda que o que pesou na decisão foi a harmonia entre ele e o prefeito Arthur Neto.

“Pesou muito a minha harmonia com o deputado federal Arthur Bisneto, a minha relação de confiança com o prefeito Arthur, a relação da primeira dama Elisabeth Valeiko com a minha esposa. Eu acho que nós convivemos hoje com esse clima de sintonia e harmonia, seja nas nossas relações pessoais, dentro de nossa administração ou com o nosso secretariado. Isso nós pretendemos levar agora, essa sintonia fina, para a cidade de Manaus, para que a gente cumpra com nossos desejos, propósitos e promessas de campanha. Para que possamos cumprir cada vez mais aquilo que nós propomos para melhorar a vida das pessoas em Manaus de uma maneira geral”, destacou Rotta revelando, em tom de brincadeira, que pretende ficar por 20 anos no PSDB.

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, que fez o convite a Rotta, disse que o então agora também Tucano tem crescido a cada momento. “O Marcos Rotta vem de um mandato respeitado como deputado federal e de vários mandatos seguidos. E por ele ter sido um excelente vice-prefeito, ele vem enriquecer sobremaneira a nossa capacidade de fazer política, no sentido do ‘P‘ maiúsculo. Eu muito feliz, primeiro pela harmonia e segundo pela amizade, que apesar de recente eu aprendi a confiar nele.

A solenidade ocorreu em um clube no bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus

Questionado sobre a liberdade de Rotta no novo partido, o prefeito garantiu que o vice-prefeito terá total autonomia para se posicionar, inclusive na atual eleição para governador do Amazonas. Arthur justificou ainda que na política é comum esse tipo de mudança. “A gente tem que olhar o que é melhor para Manaus e para o Estado. Olhar quem agrega mais e quem é capaz de pacificar e que é capaz de não almejar e não ambicionar”, enfatizou Arthur, aproveitando para alfinetar alguns candidatos ao governo do Amazonas.

“Tem a hora de mergulhar e a hora de emergir. Entendemos que tem um nome para governar sem o desejo de ambicionar e esse nome é o Amazonino Mendes (PDT), que nesta eleição é o mais bem preparado para governar o Amazonas e firmar uma parceria diretamente com a prefeitura de Manaus, porque eu preciso de um atual governo que trabalhe em conjunto e também para o povo de Manaus”, concluiu o prefeito Arthur Neto.

Inúmeras autoridades políticas, secretários municipais, assessores, amigos e familiares de Rotta estiveram presentes na solenidade.

PMDB

Após a repercussão da decisão de Rotta, o senador Eduardo Braga e presidente estadual do PMDB divulgou uma nota, em que a sigla deseja  ao vice-prefeito boa sorte em sua escolha. “No PMDB, Rotta foi um companheiro leal e nos ajudou a enfrentar aqueles que colocaram o Amazonas na ‘UTI’. Para superar a pior a crise do nosso estado, vamos precisar unir todos, mesmo aqueles com diferentes colorações partidárias. Temos a convicção de que, como homem público comprometido com o desenvolvimento da nossa terra, Marcos Rotta não se furtará a construir com a gente um amanhã melhor”, concluiu o comunicado.

Isac Sharlon
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir