Sem categoria

Ronda Maria da Penha começa a atuar na próxima semana

Equipe do Ronda Maria da Penha é formada por policias civis e militares - foto: Nathalie Brasil/Agecom

Equipe do Ronda Maria da Penha é formada por policias civis e militares – foto: Nathalie Brasil/Agecom

Com o objetivo de prevenir e proteger as vítimas de violência doméstica, o projeto Ronda Maria da Penha vai começar a atuar na próxima terça-feira (30), em Manaus.

Formada por policias mulheres das Policias Civil e Militar, a equipe do Ronda Maria da Penha vai fazer o acompanhamento de mulheres vítimas de violência doméstica que solicitarem à Justiça medida protetiva de urgência, estabelecida na Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06).
Dentre as medidas estão: o afastamento do agressor do lar ou local de convivência com a vítima e proibição do mesmo de se aproximar da vítima.

Além do grupamento, o projeto Ronda Maria da Penha terá um veiculo exclusivo para atendimento das vítimas e uma sala dentro do Instituto Médico Legal (IML), a “Sala Rosa”, onde serão atendidas as mulheres que necessitem fazer exame de corpo e delito em caso de agressão física.

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel PM Paulo Roberto Vital, esse é um projeto piloto, que a partir do próximo ano, será ampliado para as demais áreas da cidade. “O projeto é uma extensão do programa Ronda no Bairro, que já consiste nessa filosofia de aumentar a proximidade da policia com o cidadão. A questão da violência contra mulher é um problema social que agora estamos combatendo dentro das ações de segurança”, disse.

Inicialmente, o Ronda Maria da Penha será realizado na área do 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Novo Aleixo, zona norte, coordenado pela Secretaria-Executiva Adjunta do Programa Ronda no Bairro (Searb).

Com informações da assessoria.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir