Dia a dia

Rodoviários descumprem ordem da Justiça e paralisam 100% do transporte coletivo

& nbsp;

Mais de 400 mil pessoas são afetadas pela greve que o Sindicato dos Rodoviários iniciou na manhã desta segunda-feira (26). 100% das atividades das empresas de ônibus do transporte coletivo de Manaus estão paralisadas.

Todas as empresas estão com os carros dentro da garagem, onde se aglomeram os funcionários com faixas e gritos de ordem.

A greve acontece em descumprimento à ordem que partiu do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), proibindo qualquer movimento paredista a pedido do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram).

Os sindicalistas reivindicam aumento de salário.

“O que nós queremos aqui, tão somente, é aumento de salário, tendo em vista que o Sinetram teve o maior aumento de passagem do Brasil. Nós vamos parar por tempo indeterminado, até que haja negociação”, declarou o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir Oliveira.

A respeito da multa estipulada pela justiça do trabalho, no valor de R$ 100 mil por hora de greve, Givancir disse que os rodoviários vão recorrer da decisão e pedir que o valor seja dividido com o Sinetram.

Também foi determinado que os sindicalistas mantivessem distância de no mínimo 50 metros da entrada das garagens. Caso haja necessidade, a magistrada determinou o uso de forças policiais para cumprir a decisão liminar, o que acontece por enquanto.

EM TEMPO

1 Comment

1 Comment

  1. Jenna

    26 de junho de 2017 at 07:21

    Jura que o sinetram vai pagar metade da multa? Kkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir