Dia a dia

Rodoviários assinam acordo com empresários sobre reajuste salarial

A reunião aconteceu nesta tarde – Ulysses Marcondes

Um documento que retira o impasse sobre o dissídio salarial dos rodoviários foi assinado entre a categoria, representantes das empresas e Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) e será encaminhado à Justiça. O encontro foi intermediado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto na tarde desta segunda-feira (26).

A reunião foi realizada por quase três horas e foi convocada pelo prefeito Arthur como medida para garantir a saída dos ônibus das garagens para as ruas, acabando com o prejuízo da população sem transporte público ainda nesta segunda-feira e pelos dias seguintes.

“O patronal concedeu o comum acordo e agora passa a tramitar na justiça do trabalho. O importante é Manaus não parar. Nós temos feito o possível para profissionalizar o setor e torná-lo forte. Agora, cabe a cada uma das partes cumprir com seu dever. Manaus precisa ter mantido o sagrado direito de ir e vir de seus habitantes”, disse o prefeito.

Para o presidente do sindicato dos rodoviários, Gilvancir de Oliveira, a reunião foi positiva, uma vez que o resultado deixa para o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-AM) a decisão sobre o valor do reajuste do dissídio a que a categoria tem direito.

“Quero agradecer ao prefeito Arthur pela mediação, que resultou no comum acordo entre as partes. Esse documento jurídico vai legalizar o julgamento do dissídio coletivo, garantindo assim pagamento retroativo, caso o julgamento demore. Era só isso que a categoria queria”, explicou Gilvancir.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir