Esportes

‘Rio-Nal’ fecha primeira rodada do Barezão 2016

Leandro Chaves, meia do Nacional (foto), e o lateral-esquerdo do Rio Negro, Fabinho, que estarão frente a frente no confronto da noite desta quarta - foto: Ione Moreno

Leandro Chaves, meia do Nacional (foto), e o lateral-esquerdo do Rio Negro, Fabinho, que estarão frente a frente no confronto da noite desta quarta – foto: Ione Moreno

O Campeonato Amazonense 2016 já começou, mas para Nacional e Rio Negro a competição inicia às 20h desta quarta-feira (24), no estádio da Colina. Em baixa após uma prematura eliminação na Série D do Campeonato Brasileiro, o Leão da Vila Municipal terá a missão de reconquistar seu torcedor, que anda meio desconfiado com o time. Já pelo lado da Praça da Saudade, o ânimo é bem diferente. Tradicional, mas com pouco protagonismo nos últimos anos, o Galo entra no Barezão confiante, já que será comandado pelo técnico Aderbal Lana e conta em seu elenco com jogadores conhecidos a nível nacional, como o volante Alan Bahia e o atacante Abuda.

Buscando o tricampeonato amazonense, o Nacional entra em campo com um certo favoritismo. Treinando há mais tempo que o rival, o leão busca reconquistar a confiança de seu torcedor, tão abalada após a eliminação da equipe na primeira fase da Série D. O responsável por comandar a nau leonina será Alan George, ex-auxiliar técnico dos técnicos Heriberto da Cunha e Vagner Benazzi, que fracassaram à frente do elenco nesta tempoda.

“Assumimos o grupo e durante essas quatro semanas procuramos colocar nossa metodologia de trabalho, visando nossa estreia no campeonato. É um clássico, um jogo difícil, onde vamos pegar uma equipe que tem tradição, jogadores de qualidade. Então, isso foi passado para o grupo, e a determinação, o foco do elenco que está treinando todos dias, é de buscar esse resultado positivo, que é a vitória no primeiro jogo”, afirmou George.

Sem dar pistas sobre o time que pretende mandar a campo, o Nacional deve estrear com Tom; Nego, Edson Rocha, Luis Henrique, Alex Cazumba; Hércules, Tiaguinho, Leandro Chaves, Esquerdinha; Jones e Nonato.

Motivado

Enquanto o Nacional aposta em Alan George, o Rio Negro terá Aderbal Lana à frente de sua equipe. Atual campeão amazonense, ele terá a missão de devolver ao Galo o protagonismo de décadas anteriores. Apresentado na última segunda-feira (22), o novo comandante alvinegro teve pouco tempo de trabalho, o que não diminui o otimismo dos jogadores. O volante Alan Bahia reconhece que o adversário leva vantagem no quesito preparação, mas espera surpreender o rival nesta noite.

“É um jogo difícil, a gente sabe que a nossa equipe ainda está em formação, com jogadores novos e outros experientes. A gente sabe que vai encontrar muitas dificuldades, a equipe deles vem jogando há muito tempo juntos. Temos que entrar ligados e focados, e procurar fazer nosso melhor”, garantiu o jogador.

Apesar do pouco tempo de trabalho, Lana deve repetir a equipe que disputou amistoso no fim de semana, com Pablo; Caio, Márcio Leandro, Vitor, Fabinho; Alan Bahia, Samuel, Elivelton, Rian; Abuda e Washington.

Os ingressos para o clássico “Rio-Nal” estão sendo vendidos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e podem ser adquiridos nas sedes do Nacional e do Rio Negro.

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir