País

Rio: balsas com fogos de artifício que iluminarão noite da virada são liberadas

Balsas que levarão os fogos de artifício da festa de réveillon em Copacabana passam por vistoria – foto: Tânia Rêgo/ABr

Balsas que levarão os fogos de artifício da festa de réveillon em Copacabana passam por vistoria – foto: Tânia Rêgo/ABr

Falta pouco para que as balsas levando fogos de artifício para o réveillon de Copacabana, no Rio de Janeiro, sejam posicionadas no mar. A partir da meia-noite de amanhã (30), as embarcações, com 24 toneladas de fogos, serão rebocadas da Ilha do Governador para a orla.

As barcas estarão prontas até as 13h de quinta-feira (31), quando um grande show pirotécnico marcará a chegada de 2016, comemorando 100 anos de samba e os Jogos Olímpicos, que no ano que vem serão no Rio. As balsas foram vistoriadas e liberadas hoje (29) pela Capitania dos Portos, pelo Corpo dos Bombeiros e pela Polícia Civil.

De acordo com a responsável artística do evento, Vivian Pires, da empresa espanhola Igual Brasil, quem for à Copacabana vai conferir fogos que, ao explodir, vão formar imagens de palmeiras, na cor dourada envelhecida, de carinhas felizes, de borboleta e de anéis de saturno, por exemplo.

Para a festa da virada, estão previstos 16 minutos de queima de fogos na praia, nas cores verde, violeta e laranja, culminando com um momento em que o céu será todo iluminado de branco, para simbolizar a paz. Tudo com acompanhamento de uma trilha sonora criada especialmente para a festa e que contará com o rufar de 2 mil tambores no ápice. Haverá também apresentação de artistas como Diogo Nogueira e Jorge Ben Jor, ao longo da madrugada, na orla da zona sul.

Para evitar acidentes, o Corpo de Bombeiros terá equipes preparadas para atuar no mar, de prontidão, em uma embarcação próxima às balsas e na orla. A corporação recomenda que as pessoas não soltem fogos de artifício por conta própria. “Toda a queima de fogos em clubes, bar ou baile precisa ser regularizada para que tenhamos certeza de que todas as condições de segurança serão cumpridas”, disse o tenente-coronel Rodrigo Polito.

A Capitania dos Portos, responsável por verificar condições de segurança de navegação e de sinalização das balsas, aproveitou para pedir que banhistas no mar, em escunas, ou em stand up paddles não se aproximem das balsas, posicionadas a 500 metros da praia. “Este ano contaremos com apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal com intuito de evitar que as pessoas se dirijam às balsas”, disse o capitão de mar e guerra da capitania, Alexandre Cursino de Oliveira.

De acordo com o secretário de Turismo do município do Rio, Antonio Pedro Figueira de Melo, com a aprovação das balsas com os fogos, uma das principais atrações do réveillon em Copacabana, está quase tudo pronto para festa da virada no Rio, com expectativas boas para as condições do mar e sem previsão de chuva na noite do dia 31. “A prefeitura preparou um grande espetáculo para que todo mundo possa curtir a festa até as 4h da manhã e deixar Copacabana devagar”, disse Melo, após a fiscalização das balsas.

O secretário também espera que a festa do Ano-Novo não seja marcada por situações de violência, como no Natal, quando quatro jovens entre 13 e 23 anos foram torturados por policiais militares com facas e isqueiros. “Todos os Poderes precisam estar unidos para que essas coisas não aconteçam. Isso é muito ruim para a imagem da cidade que vai receber as Olimpíadas”, afirmou o secretário.

Além de investimentos da prefeitura, a festa da virada do Rio, que sofreu críticas por ser feita em um ano com queda da arrecadação de impostos, tem investimentos de patrocinadores privados.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir