Esportes

Rio 2016: Para competir no Rio, atleta Russa apelará aos Direitos Humanos

A esportista teve sua exclusão das Olimpíadas após a IAAF banir toda a Federação Russa de Atletismo dos Jogos Olímpicos - foto: reprodução

A esportista teve sua exclusão das Olimpíadas após a IAAF banir toda a Federação Russa de Atletismo dos Jogos Olímpicos – foto: reprodução

Banida dos Jogos Olímpicos do Rio pelos escândalos de doping, a bicampeã olímpica do salto com vara, Yelena Isinbayeva, irá apelar agora para a Comissão dos Direitos Humanos da Europa tentando mais uma chance de vir ao Rio.

“Os atletas limpos existem e eu sou um desses exemplos. Temos de sanar todas as dúvidas como exemplo para que os jovens continuem praticando seus esportes” afirmou a atleta russa medalhista de ouro em Atenas 2004 e Pequim 2008.

Isinbayeva espera uma mudança na decisão da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) e acredita que até o fim desta quinta ela volte a ser elegível para as Olimpíadas de 2016.

“Estou esperando uma resposta da IAAF. Ainda há esperanças”, completou a competidora.

A esportista teve sua exclusão das Olimpíadas após a IAAF banir toda a Federação Russa de Atletismo dos Jogos Olímpicos. Outros 66 esportistas soviéticos do atletismo ficarão de fora do Rio 2016, além dos diversos outros atletas banidos pelas federações internacionais de outros esportes.

Federação de badminton libera participação de atletas russos

Logo na manhã desta quinta-feira, a Federação Mundial de Badminton (BWF) seguiu os passos de outras federações – como vôlei, ginástica, judô, tiro esportivo, triathlon e esgrima – e liberou a participação nos Jogos Olímpicos dos atletas russos da modalidade.

Todos os quatro titulares da Rússia no badminton, assim como os dois reservas, passaram nos testes antidoping realizados pela BWF dentro e fora das competições realizadas ao longo da temporada. Os testes foram analisados em laboratórios de fora do país soviético.

O presidente do Comitê Olímpico Russo (ROC), Alexander Zhukov, já afirmou que a equipe russa será divulgada nos próximos dias. As federações de boxe, ginástica, ciclismo, golfe, handebol, taekwondo, levantamento de peso e luta ainda precisam confirmar suas decisões.

Até o momento, 108 atletas já foram excluídos da delegação, que contava com 387 nomes. Nesta quarta-feira, cerca de 70 russos já embarcaram para o Brasil após uma recepção no palácio de Kremlin, sede do governo, com direito à discursos do presidente Vladimir Putin e da excluída Yelena Isinbayeva, bicampeã olímpica no salto com vara.

Nos sorteios dos grupos do Badminton, Vladimir Malkov ficou no grupo E, com atletas da China, Aústria e Vietnam, enquanto a dupla masculina formada por Vladimir Ivanov e Ivan Sozonov caiu no grupo A de sua chave, ao lado de Coreia do Sul, Taipei e Austrália. No simples feminino, Natalia Perminova terá pela frente Taipei e Áustria no grupo N.

Por Gazetapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir