Esportes

Rezando por renovação, Maicon diz que não tem ideia se fica no São Paulo

O zagueiro Maicon, que tem contrato somente até 30 de junho, disse neste domingo (22) que não tem a mínima ideia se vai permanecer no Morumbi.

Ele está emprestado pelo Porto, de Portugal, e se precisar retornar não participará das semifinais da Libertadores -o São Paulo enfrentará o Atlético Nacional, da Colômbia, dia 6 de julho no Morumbi e dia 14 em Medellín.

“Todo mundo diz que vou ficar, outros que vou sair. É uma situação que tem que definir, tem que perguntar para o Gustavo [Vieira de Oliveira, diretor são-paulino]. Vou procurar cumprir meu contrato com dedicação e empenho, e se Deus quiser pode ter essa renovação”, disse Maicon.

Durante a semana, o empresário do atleta, Antônio Araújo, disse que era improvável a permanência de Maicon. Neste domingo, antes da derrota do São Paulo por 2 a 1 para o Inter no Morumbi, o presidente são-paulino Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, disse que está fazendo tudo o que é possível para o zagueiro permanecer.

“Eu também sou são-paulino e quero muito que ele fique. Estamos fazendo tudo que é possível fazer para que ele fique conosco. A expectativa é para que isso aconteça”, disse Leco. Ele não rejeitou a possibilidade de envolver jogadores ao Porto para que o negócio saia.

O Porto tem interesse apenas na venda em definitivo do jogador, já que tem de cumprir as regras do Fair Play financeiro imposto pela Uefa e não pode gastar mais do que ganha.

Desta forma, a negociação do jogador, que pode render cerca de 15 milhões de euros (R$ 60,5 mi) ao Porto, seria essencial para equilibrar as contas do clube português.

Maicon foi contratado pelo São Paulo em fevereiro, e se transformou em um dos heróis do São Paulo na Libertadores com gols e até atuando no gol em jogo que Denis foi expulso.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir