Esportes

Revelações dos saltos ornamentais no Brasil ficam fora de semi no Mundial

Apenas as 18 melhores se classificavam para a próxima fase, que ocorrerá nesta quinta-feira (30) - foto: reprodução

Apenas as 18 melhores se classificavam para a próxima fase, que ocorrerá nesta quinta-feira (30) – foto: reprodução

As brasileiras Giovanna Pedroso e Ingrid Oliveira não avançaram para as semifinais da plataforma de 10 m dos saltos ornamentais no Mundial de Kazan, na Rússia.

Nas eliminatórias da prova, realizadas nesta quarta-feira (29), elas ficaram na 22ª e 27ª posições, respectivamente.

Giovanna, 16, somou 301.40 pontos após cinco saltos. Ingrid, 19, acumulou 291.95. A líder foi a chinesa Qian Ren, que teve 411.40 pontos.

Apenas as 18 melhores se classificavam para a próxima fase, que ocorrerá nesta quinta-feira (30).

Consideradas revelações dos saltos ornamentais no Brasil, ambas foram prata no salto sincronizado na plataforma de 10 m no Pan de Toronto.

Ingrid, que também foi considerada uma das musas do evento no Canadá, frustrou-se com o desempenho em Kazan.

“Não fiquei satisfeita. Queria ter ficado entre as 18 melhores. Mas não deu tempo de preparar um salto de maior dificuldade”, afirmou a carioca, que citou o pouco tempo de preparação entre o Pan e o Mundial como empecilho.

Ela também apontou o alto número de atletas (37) na prova desta quarta como um problema.

“Não estamos acostumadas a ficar tanto tempo esperando entre um salto e outro. Fiquei ouvindo música para distrair, mas mesmo assim é difícil”, contou.

Mais jovem, Giovanna aderiu ao coro. “Gostei um pouco, mas poderia ter ido melhor. De qualquer forma, foi minha maior pontuação em uma competição fora do Brasil. A viagem foi cansativa, ficamos uma semana sem treinar”, disse.

Até pela pouca idade, ela se impressionou com as rivais e a estrutura no Palácio Aquático de Kazan.

“Fiquei bem nervosa antes da prova. O nível técnico estava muito alto. Se estivéssemos mais descansadas, poderíamos ter ficado mais perto da zona de classificação”.

Ambas encerraram suas participações no Mundial da Rússia.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir