Sem categoria

Reuniões devem definir os rumos do festival de Parintins

 

Também está previsto na manhã de hoje um manifesto dos bumbás na Aleam - foto: Lucas Paulino

Também está previsto na manhã de hoje um manifesto dos bumbás na Aleam – foto: Lucas Paulino

Torcedores e simpatizantes dos bumbás Garantido e Caprichoso em Parintins, Manaus e demais localidades vivem a expectativa de uma decisão relacionada à liberação de recursos para os bumbás  ao Festival Folclórico de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), na reunião que acontecerá, na manhã desta terça-feira (24), na sede do governo do Estado, com o governador José Melo (Pros), secretário de Estado de Cultura Robério Braga, os presidentes dos bumbás, deputado Frank Bi Garcia (PSDB) e o prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás (PSD).

Paralelo a reunião que será realizada em Manaus, também na manhã desta terça-feira está previsto um manifesto dos bumbás na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) com a finalidade de sensibilizar os parlamentares para a gravidade da decisão do governo estadual em não liberar recursos para o evento.

“Precisamos mostrar aos deputados, incluindo os que tiveram votos em Parintins, além do nosso representante, Frank Bi Garcia, a necessidade de todos nos unirmos em torno do festival”, disse o vice-presidente do Garantido, o advogado Fábio Cardoso.

O deputado estadual Frank Bi Garcia, no último fim de semana, divulgou uma nota ameaçando abandonar a base aliada, caso o governo não libere os recursos necessários para viabilizar o festival. “Antes de tudo, sou Parintins, sou festival, quando prefeito trabalhei para que a festa fosse revitalizada e ela é importante para a economia da região”, declarou.

Logo após a reunião com o governador José Melo, os presidentes dos bumbás Garantido, Adelson Albuquerque, e Joilto Azedo, Caprichoso, seguem para a representação do município em Manaus para uma reunião com o prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás, para discutir estratégias de apoio ao festival.

Isso ficou definiu durante um café da manhã do prefeito com os presidentes dos bumbás no último domingo. Na ocasião, Carbrás disse que vai aguardar a definição do Estado para só então anunciar de que forma a prefeitura poderá participar da organização do evento. A princípio, segundo fontes ligadas aos bumbás, a ajuda seria no que diz respeito à sonorização e a iluminação do anfiteatro Amazonino Mendes.

Audiência pública

Amanhã, por iniciativa da vereadora Vanessa Gonçalves (Pros), ex-Sinhazinha do boi Garantido, haverá uma audiência pública na Câmara Municipal de Parintins, para discutir medidas relacionadas ao festival folclórico.

“Queremos convidar todos os segmentos envolvidos com a festa, esse é um momento de união, de somar esforços, nós precisamos trabalhar juntos para impedir o pior”, disse a vereadora.

Manifesto

No último domingo, mais de 5 mil pessoas ocuparam as ruas de Parintins, em um histórico manifesto de apoio aos bumbás e ao festival que este ano chega a sua 51ª edição. A concentração aconteceu na praça da Catedral, no Centro, e de lá os populares seguiram para a praça dos Bois. Um dos momentos mais emocionantes foi quando o artista Jair Mendes, evoluiu, lembrando os tempos de menino, como tripa do Garantido e do Caprichoso.

Por Tadeu de Souza

1 Comment

1 Comment

  1. Angela

    24 de maio de 2016 at 10:45

    Seria muito importantes que estes manifestantes antes de irem fazer qualquer ato, fossem aos hospitais e pronto socorro de sua cidade e em Manaus para verem a UTI que se encontra a SAÚDE por falta de verba. O que é mais importante a VIDA ou um festival??? Afinal eles tiveram 1 ano para arrecadar dinheiro, porque não o fizeram??? A população em geral tem que entender que estamos numa das maiores crise financeira que o estado do Amazonas esta passando e precisamos definir prioridades para o BEM DA POPULAÇÃO. Muitos amazonenses não tem dinheiro para pagar suas contas e tem somente para o BÁSICO. Agora gastar numa festa e deixar muitos enfermos sem assistência básica de Saúde??? O governo precisa investir mais em EDUCAÇÃO para que este povo. O governos deveria cancelar todas as verbas de qualquer tipo de evento festivo no estado e investir 100% na Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir