Esportes

Representantes de Guerrero rebatem diretoria do Corinthians

Os representantes do atacante Guerrero, 31, rebateram o gerente de futebol do Corinthians, Edu Gaspar, e afirmaram nesta quinta-feira (28) através de uma nota que o jogador deixou o clube antes do término de seu contrato após um acordo com a diretoria corintiana.

De acordo com os representantes, a decisão “foi bilateral e serviu para aliviar as finanças do clube”.

Na quarta-feira (27), o gerente de futebol da equipe alvinegra, Edu Gaspar, apresentou outra versão para a saída do peruano. De acordo com Gaspar, o agente do jogador entrou em contato com o presidente [Roberto de Andrade] e pediu que o clube liberasse o atacante antes do término do seu contrato.

“Nos surpreende as recentes declarações, que colocam única e exclusivamente na conta do jogador a responsabilidade pela decisão. Mesmo cientes de que, infelizmente, é da natureza do ser humano, no futebol e na vida, o hábito de transferir a culpa, não podemos nos furtar de colocar a verdade”, diz trecho da nota.

“Diante do cenário, clube, empresa e jogador, decidiram em comum acordo pelo fim do ciclo. Entendeu-se por todos que a saída de Guerrero era o melhor para as partes. Para quem não pode pagar e para quem precisa receber”.

Na nota, os representantes do atacante afirmaram que Guerrero atuou nos últimos meses com os “salários atrasados e esperou pelo renovação que não vinha, inclusive, “abriu mão de melhores ofertas”.

Autor do gol do título do Mundial de Clubes, Guerrero tinha vínculo até o dia 15 de julho.

Ele negocia sua transferência para o Flamengo, que ofereceu mais do que o Corinthians por um contrato de quatro anos. O valor não chega aos R$ 20 milhões de luvas (para assinar o contrato) que Guerrero queria, e parte seria diluída nos salários, que chegariam a R$ 500 mil, mas é mais do que o Corinthians podia pagar.

Ele atuou pela última vez com a camisa corintiana no domingo, quando perdeu um gol feito no empate contra o Fluminense por 0 a 0.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir