Sem categoria

Representando o Brasil, Amazonas fatura dois prêmios na Conferência Internacional dos Estudantes Pela Liberdade

Hoje, o Clube Ajuricaba conta com mais de 100 colaboradores - foto: divulgação

Hoje, o Clube Ajuricaba conta com mais de 100 colaboradores – foto: divulgação

O Amazonas foi destaque durante a International Students For Liberty Conference (Conferência Internacional dos Estudantes Pela Liberdade), realizada neste sábado e domingo (27 e 28), em Washington, nos Estados Unidos, ao faturar dois dos quatro prêmios em  disputa. As conquistas foram nas categorias ‘grupo do ano’, com o Clube Ajuricaba, e ‘estudante do ano’, com o acadêmico de direito da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Júlio Lins, 18.

De acordo com o presidente do Conselho do Clube Ajuricaba, e coordenador regional da organização Estudantes Pela Liberdade (EPL), Carlos Renner Cardoso, 19, também acadêmico de direito na UEA, a premiação representa um grande reconhecimento ao trabalho que o grupo vem realizando desde que começou, em outubro de 2014, quando ainda tinha apenas sete associados.

“No Brasil, fomos selecionados entre mais de 100 grupos ativos, e concorremos na final com outros quatro grupos selecionados no mundo todo; então, trata-se de um grande reconhecimento e uma enorme motivação para continuarmos a formar novos líderes universitários”, comentou, destacando que, atualmente, o Clube Ajuricaba conta com mais de 60 coordenadores locais em Manaus e outros 50 associados simpatizantes e colaboradores, sendo atualmente o maior grupo associado à EPL no eixo Norte-Nordeste.

Já o estudante Júlio Lins, coordenador local do Clube Ajuricaba, e vencedor na categoria ‘estudante do ano’, destaca que o prêmio é um reconhecimento não só ao seu trabalho, “mas ao trabalho que muitos estudantes estão fazendo Brasil a fora contra a corrupção e a favor de um futuro melhor para toda a nação”.

Critério

De acordo com explicações de Carlos Cardoso, um dos critérios de avaliação para a premiação na Students For Liberty, maior rede estudantil do mundo, presente em 120 países, foi o impacto gerado na sociedade pelas ações de cada concorrente, como o alcance de estudantes presentes nos eventos realizados em 2015. “Os nossos eventos somaram mais de700 pessoas”, informou citando como exemplo a ‘Conferência Estadual dos Estudantes Pela Liberdade’, ‘Debate sobre a reforma política’ e ‘Semana Global de Empreendedorismo’.

“A organização busca mudanças na sociedade amazonense e regional, a partir de ações voltadas para liberdade e contra a perspectiva paternalista do desenvolvimentismo econômico que gera inúmeros gargalos”, destaca o coordenador.

Ainda conforme Cardoso, mais motivado que nunca, o Clube Ajuricaba já tem diversos planos para 2016, quando serão realizados pelo menos 19 eventos apenas em Manaus, com um alcance presencial de 2,5 a 3 mil pessoas.

Inédito

As conquistas do Brasil na International Students For Liberty Conference não pararam apenas nas vitórias amazonenses, já que o país também venceu na categoria ‘evento do ano’ com uma palestra da estudante Débora Torres, de Belo Horizonte (MG). O resultado é inédito, já que pela primeira vez na história da conferência um único país fica com os três dos quatro prêmios. A quarta categoria, ‘alumni do ano’, foi vencida pelo americano Robby Soave.

 

Por Yndira Assayag

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir