Dia a dia

Reintegração de posse: polícia retira 200 famílias de invasão no Monte das Oliveiras

De acordo com a PM, a área foi batizada como invasão ‘Vovó Maroca’ - fotos: divulgação

De acordo com a PM, a área foi batizada como invasão ‘Vovó Maroca’ – fotos: divulgação

A polícia cumpriu, na manhã desta terça-feira (27), um mandando de reintegração de posse numa área preservação permanente e particular, localizada no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. O local, de aproximadamente 40 mil metros quadrados, era ocupado por 200 famílias a cerca de três meses.

A ação, que começou por volta das 6h, foi realizada pelo Grupo Integrado de Prevenção às Invasões em Áreas Públicas no Estado (Gipiap), composto por secretárias estaduais e municipais, com apoio das polícias Militar e Civil.

reitegracao-2-divulg

O mandado de reintegração foi expedido pela 17ª Vara Cível da Justiça do Amazonas. De acordo com a PM, a área foi batizada como invasão ‘Vovó Maroca’, situada na avenida Mulateiro, próxima à região do conjunto habitacional Viver Melhor.

Segundo o tenente da PM Mateus Pelat, cem policiais militares atuaram na reintegração, que, inicialmente contou com resistência por parte dos invasores. “Quando chegamos ao local, fomos recebidos com tiros de fogos de artifício, catolés e barricadas que foram montadas nas vias de acesso à invasão. Todos os moradores foram notificados na segunda-feira (26) e tiverem tempo para se preparar”, informou o tenente.

reitegracao-3-divulg

De acordo com Zandra Ribeiro, secretária do gabinete de gestão integrada da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), no local havia, aproximadamente, 400 barracos improvisados. “Todas as construções irregulares foram desocupadas e serão demolidas. Foi disponibilizado um caminhão para guardar os pertences e levar até um local seguro, mas nenhum morador aceitou o apoio”, revelou Ribeiro.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM) informou, por meio de nota, que a PM prendeu três pessoas por desacato ao tentarem furar o esquema de bloqueio montado pela polícia com o intuito de manter a ordem no local. Adelmo Rodrigues da Silva, 30, Leandro Barbosa Benevides, 32, e Douglas Bahia dos Santos, 40, foram conduzidos ao 26º DIP pela equipe do Batalhão de Transito da Polícia Militar (BPTran). Na unidade policial os infratores assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foram liberados.

Por Isac Sharlon

1 Comment

1 Comment

  1. dante

    27 de setembro de 2016 at 12:51

    nao aceitaram apoio de caminhões porque todos moram no entorno da invasao. nao sabem o valor que tem uma área verde,, e ainda eram incentivados por pseudo lideres religiosos. do tipo dessa igrejas de fundo de quintal e garagem improvisada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir