Dia a dia

Reintegração de posse no Santa Etelvina acaba em confusão

reintegração

Invadida há cinco dias, a área é motivo de disputa na justiça entre o município e os herdeiros – foto: Gerson Freitas

Pelo menos 250 famílias foram retiradas de um terreno na avenida Comendador José Cruz, bairro Santa Etelvina, Zona Norte, durante reintegração de posse na manhã deste sexta-feira (7). Invadida há cinco dias, a área é motivo de disputa na justiça entre o município e os herdeiros.

A ação resultou em tumultos e pancadaria, e nem mesmo as crianças foram poupadas da confusão. De acordo com a prefeitura, o terreno será destinada a construção de casas populares do conjunto Buriti 2.

De acordo com uma das invasoras, a equipe de guardas municipais, em parceira com a Polícia Militar, agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semas), Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Casa Militar, Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) e o Gabinete de Gestão Integrada de Manaus (GGI-AM), chegaram ao local com um trator, destruindo tudo.

Ela alega não houve oportunidade para que os populares retirassem os pertences pessoais que estavam dentro dos barracos, levantados na última segunda-feira (3).

“Eles chegaram cedo aqui, sem qualquer documento expedido pela justiça sobre a reintegração. Começaram a passar o trator, destruindo tudo, sem ao menos deixar a gente tirar nossas coisas”, disse a ocupante.

Já o tenente Pessoa ressaltou que, em nenhum momento, a equipe de operação que fez a reintegração da terra, utilizou de força bruta e nem impediu que os mesmo se retirassem do terreno no momento da ação. “Trabalhamos com cuidado para que nenhuma medida desnecessária fosse utilizada”, frisou.
Após a reintegração da posse do terreno, um grupo de invasores iniciou um tumulto que resultou em pancadaria entre guardas municipais e ocupantes. Bombas de lacrimogêneo tiveram que ser lançadas no meio dos populares para conter uma nova tentativa de invasão na área.

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir