Sem categoria

Registro biométrico atinge 100,48% dos eleitores na Região Metropolitana, informa o TRE-AM

O balanço do cadastro biométrico foi anunciado pela presidente do TRE-AM, Socorro Guedes - foto: Marcio Melo

O balanço do cadastro biométrico foi anunciado pela presidente do TRE-AM, Socorro Guedes – foto: Marcio Melo

Com 1,3 milhão de cadastros biométricos, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) superou a meta estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e atingiu 100,48% dos eleitores aptos a favor na Região Metropolitana de Manaus (RMM). O índice acima dos 100% se deve ao registro de eleitores inseridos no voto facultativo, como os idosos.

O balanço  do cadastro biométrico foi anunciado pela presidente do TRE-AM, Socorro Guedes, na manhã desta quinta-feira (5). Segundo ela, com o fim do prazo para o cadastramento, pelo menos 30 mil eleitores que não registraram as digitais terão o título cancelado, estarão sujeitos à multa e ficarão impedidos de votar na eleição municipal deste ano. Também não poderão concorrer a cargos públicos.

Em Autazes, o número de eleitores cadastrados atingiu 24.035 eleitores, que corresponde à 104,64%, no Careiro foram 20,427 eleitores, com 96,16% e Manaus finalizou com 1.260,380 eleitores, que significa o aumento de 30 mil eleitores no processo eleitoral.

No trabalho de registro das digitais, o TRE gastou R$ 2,4 milhões. Além disso, a ação contou com o apoio de empresas privadas e órgãos públicos.

Socorro Guedes disse que umas das vantagens da biometria foi o rezoneamento eleitoral. O recadastramento permitiu que o eleitor vote em uma seção próxima à sua residência “Certamente, um dos crimes mais combatidos no dia da eleição, que é o transporte de eleitor, vai deixar de existir”, afirmou.

Somente após a conclusão das eleições deste ano, o eleitor que perdeu o cadastro poderá regularizar a sua situação junto ao TRE.

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir