Mundo

Rede CNN exclui de debate um dos 17 pré-candidatos republicanos

Apenas um dos 17 pré-candidatos republicanos à Presidência dos EUA não foi convidado para os debates que a rede CNN realizará no dia 16 de setembro. O ex-governador da Virgínia Jim Gilmore ficou de fora, segundo a CNN e Biblioteca Presidencial Ronald Reagan – que também promove o debate – por não atender aos critérios estabelecidos pelos organizadores.

Entre eles, estaria conseguir, ao menos, 1% dos votos na média das últimas três pesquisas nacionais. A emissora e a biblioteca, contudo, disseram que Gilmore ainda pode receber o convite – enviado pela ex-primeira-dama Nancy Reagan – se conseguir atingir a meta até 10 de setembro.

Para amenizar o impacto do excesso de candidatos e garantir mais tempo de fala para cada um, o debate da CNN será divido em dois, como no evento da Fox News na última semana – que incluiu Gilmore. O principal reunirá os dez republicanos que estiverem à frente em setembro.

Na Fox News, foram incluídos no debate oficial o polêmico magnata Donald Trump, o ex-governador da Flórida Jeb Bush, o governador de Wisconsin, Scott Walker, o neurocirurgião aposentado Ben Carson, o ex-governador de Arkansas Mike Huckabee, o senador pelo Texas Ted Cruz, o senador pela Flórida Marco Rubio, o senador por Kentucky Rand Paul, o governador de Nova Jersey, Chris Christie, e o governador de Ohio, John Kasich.

Do debate menor, que foi transmitido horas antes do oficial, participaram, além de Gilmore, o ex-senador pela Pensilvânia Rick Santorum, o ex-governador do Texas Rick Perry, o governador da Louisiana, Bobby Jindal, a empresária Carly Fiorina, o senador pela Carolina do Sul Lindsey Graham e o ex-governador de Nova York George Pataki.

Um porta-voz de Gilmore lembrou que ele foi o último a entrar na disputa republicana neste ano e afirmou que ele conseguirá atender aos critérios da CNN até setembro para poder fazer parte do debate. O republicano foi governador da Virginia entre 1998 e 2002 e já concorreu à Casa Branca em 2008.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir