Dia a dia

Recurso de R$ 3 milhões destinado aos bois de Parintins é bloqueado a pedido do Ministério do Trabalho

O dinheiro é utilizado pelos bois para pagar os custos com a festa e com os funcionários – foto: divulgação

O Ministério Público do Trabalho (MPT) solicitou o bloqueio dos recursos destinados aos bois de Parintins (situado a 368 km de Manaus). Os R$ 1,5 milhão dados pelo Governo no Amazonas para cada bumbá foram retidos, na noite de terça-feira (27), na Secretaria de Fazenda do Estado (Sefaz).

O EM TEMPO teve acesso ao documento que confirma o bloqueio do dinheiro destinado ao Festival Folclórico de Parintins dois dias antes do início do evento. A iniciativa do MPT é utilizar 40% do dinheiro para o pagamento de funcionários das duas agremiações.

Documentos comprovam o bloqueio da verba – Tadeu de Souza

O deputado Sabá Reis (PR), líder do governo na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), que é parintinense, tentou liberar o recurso levando em consideração o prazo que os bumbás têm para fechar as contabilidades e efetuar os pagamentos em atraso. O objetivo é fazer com que os bois possam ir à arena do Bumbódromo, neste fim de semana, sem risco ao festival.

Porém, mesmo com o dinheiro bloqueado, os bumbás precisam recorrer da decisão do MPT. Assim, o secretário de Cultura, Robério Braga, poderá permitir a liberação da verba.

“Se os bumbás conseguirem essa decisão, o secretário já se comprometeu em libera o recurso na hora. Ele me deu a sua palavra”, disse o parlamentar.Até a publicação desta matéria, a Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) não havia recebido nenhuma decisão judicial.

Tadeu de Souza
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir