Sem categoria

Recapturado em Juruti trio que escapou do presídio de Parintins após cavar buraco

 

O trio foi recapturado em uma ação conjunta das polícias do AM e PA - foto: divulgação/Seap

O trio foi recapturado em uma ação conjunta das polícias do AM e PA – foto: divulgação/Seap

Foi recapturado em Juruti, município do interior do Pará, o trio de detentos que escapou da unidade prisional de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) na madrugada desta quarta-feira (4). Eles já estão sendo levados de volta a Parintins e devem chegar por volta de 15h de hoje. A informação é do comandante da Polícia Militar de Parintins, coronel Valadares Junior.

Os presos foram recapturados por volta de 8h, em uma ação conjunta de policiais de Parintins (AM) e de Juruti (PA), segundo a a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

Luiz Mário Martins (26), José Lúcio Soares Maia, 27, o ‘Anjinho’, e Kildson Moraes de Araújo, 25, vulgo ‘De boa’, fugiram após cavarem um buraco de cerca de 60 centímetros de diâmetro e passar por baixo de um muro com saída para avenida Nações Unidas, uma das mais movimentadas da cidade.

O trio fugiu na madrugada, por volta da meia-noite, escavando um túnel de dois metros de comprimento. O túnel dava saída para avenida Nações Unidas, Centro, uma das mais movimentadas da cidade.

“Já iniciamos um procedimento para apurar responsabilidades na fuga desses detentos que já estão de volta ao presídio”, disse o diretor da Unidade Prisional, Bosco Paulain.

Após fugir do presídio, o trio roubou uma canoa e desceu o rio Amazonas chegando até o município de Juruti, no Estado do Pará, onde a fuga terminou com a prisão dos três pela Polícia Militar paraense

A ação só foi descoberta por volta das 7h, durante a contagem dos presos. Após fazerem buscas pelo presídio, os policiais localizaram uma voadeira por trás do presídio, na qual o trio teria escapado, segundo adiantou o diretor da unidade prisional, Bosco Paulain.

José Maia, o ‘Anjinho’, cumpria pena por tráfico de drogas, e Kildson, o ‘De boa’, por homicídio. Já Luís Mário é traficante, integrante da facção criminosa Família do Norte (FDN) e ficou conhecido em todo Estado depois de uma reportagem exibida no mês de março, pela TV EM TEMPO/SBT, onde aparecia cantando uma música que faz apologia à organização criminosa.

Uma sindicância será aberta para apurar as circunstâncias do caso.

Por equipe EM TEMPO Online

Com informações de Tadeu de Souza

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir