Dia a dia

Recadastramento de táxi encerra com 97% de comparecimento dos permissionários

Os taxistas que não fizeram o recadastro serão notificados a apresentarem justificativa pelo não comparecimento - foto: divulgação

Os taxistas que não fizeram o recadastro serão notificados a apresentarem justificativa pelo não comparecimento – foto: divulgação

Dos 3.742 permissionários pessoa físicas do serviço de táxi que foram convocados pela prefeitura de Manaus para fazer o recadastramento, 113 não compareceram à Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) para entregar a documentação exigida. O prazo encerrou nesta sexta-feira (5) com 97% dos taxistas recadastrados.

Os taxistas que não fizeram o recadastro serão notificados a apresentarem justificativa pelo não comparecimento. Quem não fez o recadastramento poderá ter a permissão cassada, caso não apresente justificativa comprovada.

A documentação entregue pelos permissionários que fizeram o recadastro será analisada nos próximos dias, para verificar se está de acordo com as exigências da legislação vigente que norteia o serviço.

As permissões que forem canceladas após todo o processo de recadastro serão licitadas posteriormente pela prefeitura de Manaus.

O recadastramento ocorreu nos dias úteis, no período de 11 de janeiro a 5 de fevereiro deste ano. De acordo com o edital de convocação publicado na edição de 21 de dezembro de 2015, no Diário Oficial do Município (DOM), os permissionário precisaram ir pessoalmente à sede da SMTU, localizada na rua Barão de Indaía, 330, Flores. Não foi aceito o recadastramento mediante a apresentação de procuração.

Foi exigida a apresentação de cópia e original do Certificado de Registro Veicular (CRV), antigo DUT; Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV); Carteira Nacional de Habilitação (CNH); comprovante de residência atualizado e com CEP válido; comprovante de inscrição no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) e Consulta RAIS (Relação Anual de Informações), por meio do NIT (Número de Identificação do Trabalhador).

O recadastramento obedeceu um cronograma que obedeceu as sequências do TA (número da permissão).

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir