Mundo

Rebeldes bombardeiam duas aldeias xiitas e matam sete pessoas na Síria

Pelo menos sete pessoas morreram devido aos ataques de rebeldes sírios, incluindo soldados aliados da Al Qaeda, contra duas aldeias xiitas, no noroeste da província de Idlib, na fronteira com a Turquia, anunciou hoje (21) representante do Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

As aldeias Fuaa e Kafraya foram atingidas  na segunda (20) e na terça-feira (21), relatou o Observatório, explicando que ainda que não está definido se as vítimas eram civis ou soldados do governo. No conflito, centenas de pessoas  ficaram feridas.

Os conflitos continuam hoje nas duas aldeias, com as forças da oposição, incluindo a Frente Al Nusra, aliada a Al Qaeda, contra as forças do regime e soldados do movimento líbio Hezbollah.

Os crescentes confrontos preocupam Damasco, capital da Síria onde a população têm feito manifestações para pedir ajuda humanitária.

As aldeias Fuaa e Kafraya encontram-se completamente cercadas.

A maior parte da província de Idlib, incluindo a capital, é agora mantida por grupos rebeldes após uma forte ofensiva, no início do ano.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir