Sem categoria

Rebecca continua até a reunião do CAS

Rebecca Garcia passou quase um ano para ser confirmada à frente da Suframa. Ela nomeou um superintendente-adjunto, mas ato foi suspenso - foto: divulgação

Rebecca Garcia passou quase um ano para ser confirmada à frente da Suframa. Com impasse político ela poderá deixar o cargo nos próximos dias – foto: divulgação

Mesmo com o Partido Progressista (PP) tendo orientado os filiados a deixarem os cargos no governo Dilma Rousseff, a superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), Rebecca Garcia continua na autarquia nos próximos dias. Ela ainda participará da reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS), que será realizada nesta sexta-feira (15).


Na tarde de ontem (13), Rebecca participou de uma reunião com a direção nacional do partido em Brasília, onde foi informada sobre o desembarque do PP do governo Dilma e orientada a deixar o cargo do Governo Federal. Em relação à reunião, Rebecca afirmou que não tinha o que decidir, pois segundo ela, o cargo é da presidente. “O cargo está e sempre esteve à disposição dela. Eu só não posso deixar a Suframa acéfala as vésperas da reunião do CAS”, disse a superintendente destacando que o presidente do Partido Progressista, Ciro Nogueira também pensa dessa forma.

Caso Rebecca deixe o cargo após a reunião do CAS, o mais cotado para substituí-la é o superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Marcelo Pereira. Isso é provável acontecer porque os dois superintendentes adjuntos na linha sucessória, Adilson Vieira (PT) e Márcio Paiva (PCdoB) não poderão dirigir o órgão. Eles foram nomeados, no entanto, ainda não tomaram posse.

A reunião do CAS, que ocorre nesta sexta-feira, irá avaliar mais de 40 projetos, dentre eles a abertura de 11 novos projetos no Polo Industrial de Manaus (PIM).

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir