Sem categoria

Reajuste salarial para rodoviários é aprovado pela prefeitura

Os reajustes ficaram definidos em 15% para refeição, 8% para salários, 30% para vale-lanche e 8% para sexta básica, segundo o presidente do Sindicato - foto Diego Janatã/ Arquivo

Os reajustes ficaram definidos em 15% para refeição, 8% para salários, 30% para vale-lanche e 8% para sexta básica, segundo o presidente do Sindicato – foto Diego Janatã/ Arquivo

O pacote de reivindicações do Sindicato dos Rodoviários foi aprovado na tarde desta quarta-feira (27), pelo prefeito Arthur Virgílio Neto. A informação foi divulgada durante coletiva  de imprensa realizada no Palácio Rio Branco, no Centro, que contou com a presença do presidente do sindicato Givancir Oliveira.


Os reajustes ficaram definidos em 15% para refeição, 8% para salários, 30% para vale-lanche e 8% para sexta básica, segundo o presidente do Sindicato.

“Para nós, do sindicato dos rodoviários, isso não seria possível  sem as intermediações do prefeito Arthur Neto, que chamou as partes para negociar  e mostrou que tinha pulso firme. Agradecemos  também o empenho do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Tribunal de Justiça, que fez  esse conjunto de força. Quem ganhou  com essa aprovação foi a população e os trabalhadores.”

Givanci ressaltou que apesar do reajuste atual ser bom o sindicato ainda tem objetivos além desse valor.  “Para nós a decisão foi boa. Lógico que nós queremos mais, mas tendo em vista a crise que temos no país hoje, conseguir 24% de reajuste, acredito que foi o melhor reajuste do país.”

O prefeito Arthur falou sobre os esforços para alcançar o reajuste junto aos rodoviários nesse momento de crise. “Nós ajudamos na intermediação, mas os proprietários das empresas de ônibus  estão com um sistema bem mais rentável hoje. O consórcio operacional faz com que as empresas façam mais viagens, porque ganham mais, e ninguém quer fazer menos viagens porque ganha menos.  Isso torna o trabalho deles mais rentável e fez com que nós chegássemos a um acordo. ”

Por Joandres Xavier (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir