Sem categoria

Rapaz morre em hospital de Manaus após ter corpo incendiado por rival, em Iranduba

O casal foi socorrido e trazido para o HPS 28 de Agosto, mas Alexsandro não resistiu aos ferimentos e morreu. A mulher segue internada - Foto: Ione Moreno

O casal foi socorrido e trazido para o HPS 28 de Agosto, mas Alexsandro não resistiu aos ferimentos e morreu. A mulher segue internada – Foto: Ione Moreno

Um jovem identificado como Alexsandro Kelvison da Silva de Lima, 19, morreu na noite dessa terça-feira (21), no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus, após ter 80% do corpo queimando em um ato criminoso. O fato ocorreu na última segunda-feira (22), no ramal do Paricatuba, no município de Iranduba (a 27 quilômetros da capital).

O suspeito de atear fogo na vítima, segundo a polícia, é um homem identificado como Edvanderson Ferreira da Silva, 20, que foi preso em flagrante no mesmo dia do fato por policiais militares da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar do município.

De acordo com o delegado titular da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba, Ricardo Homero, o crime foi motivado por ciúmes. A vítima estava namorando com a ex-namorada do suspeito. Na ocasião do fato, Edvanderson foi até a casa onde a vítima estava dormindo com a companheira, entrou no imóvel e jogou gasolina em cima do casal, em seguida acendeu um isqueiro.

O casal foi socorrido e trazido para o HPS 28 de Agosto, mas Alexsandro não resistiu aos ferimentos e morreu. A mulher, que não teve o nome divulgado, continua internada na unidade hospitalar.

Edvanderson Ferreira foi autuado por homicídio consumado. Ele ficará preso na carceragem da delegacia do município a disposição da Justiça.

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir