Dia a dia

Rapaz é morto ao tentar esfaquear policial militar em Eirunepé

O homem morreu após a vítima tentar desferir um golpe de terçado no policial - foto: divulgação/Polícia Civil

O fato ocorreu após a vítima tentar desferir um golpe de terçado no policial – foto: divulgação/Polícia Civil

O desempregado Ilquesse Jonys da Silva, 21, foi assassinado com um tiro na barriga, na madrugada de desta segunda-feira (29), pelo tenente da Polícia Militar Ramon Alves, 24, após a vítima tentar desferir um golpe de terçado no policial.

O crime ocorreu no município de Eirunepé (a 1.660 quilômetros da capital). De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava embriagada e chegou a brigar com um morador antes de ser morto.

À polícia, o tenente relatou que estava na frente da casa de sua namorada com ela e dois amigos, quando avistou a vítima trafegar em sua bicicleta elétrica e, em seguida, bater na motocicleta de um vizinho identificado como José Rodrigues, 43. Ainda segundo relatos do policial, ao ver que Ilquesse tinha derrubado sua moto, José começou a discutir com a vítima. Para tentar acabar com a discussão, o PM mandou a vítima ir para sua casa.

O titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Eirunepé, Mauro Duarte, relatou que ao entrar em sua residência, Ilquesse se armou com um terçado e saiu na rua. “Quando ele viu o tenente, foi em direção dele e, logo em seguida, tentou desferir um golpe de terçado no braço do policial, que para se defender ainda atirou no chão, mas quando viu que a vítima queria matá-lo, ele efetuou um disparo na barriga do desempregado”, afirmou.

Ainda conforme o delegado, foi o próprio tenente quem levou Ilquesse para o pronto-socorro da cidade e depois se apresentou à polícia.

Conforme a Polícia Civil, o tenente prestou depoimento na delegacia e um inquérito policial foi instaurado para apurar as consequências do crime. O PM foi autuado por homicídio motivado por legítima defesa.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir