Esportes

Rafael Toloi sai em defesa de Luis Fabiano e Ganso

O zagueiro Rafael Toloi concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (20), dia seguinte à derrota do São Paulo para o Sport. O defensor saiu em defesa de Luis Fabiano e Ganso, ambos com propostas para deixar o clube e expulsos no jogo na Arena Pernambuco.

“Isso é de cabeça de cada um. O Luis é um cara experiente, jogou muito tempo na Europa, fez gols em todos os clubes que passou. Pelo carinho que ele tem com o São Paulo, estava em campo para dar o melhor. Todos conhecem o Luis, sabem que ele trabalha e é um cara para vencer”, disse Toloi.

Sobre Ganso, Toloi afirmou que o meia já não é mais um garoto inexperiente e que “todos estão sujeitos a perder a cabeça”.

“Quanto à pressão, o Ganso não é nenhum menino, já conquistou muitas coisas bacanas. A gente sabe que ele tem qualidade. A gente acredita nele. Infelizmente temos o lance da expulsão. Todos nós estamos sujeitos a perder a cabeça. Agora é ter tranquilidade. Os companheiros estão aqui para ajuda-lo. A cobrança é a mesma para todos os atletas porque jogam em um time grande. Não tivemos nem tempo de nos reunirmos. Essa questão vai muito da cabeça quente do jogador. Eu procuro falar o menos possível após o jogo porque a gente fala o que não quer. Todos aqui estão trabalhando tanto”, afirmou.

Toloi também criticou as mudanças de conceito na arbitragem brasileira que recomendam o cartão amarelo por reclamação a um dos oficiais de jogo, como aconteceu na expulsão de Ganso.

“Sabemos que a arbitragem está tomando essas atitudes. Mas, na minha opinião, o juiz poderia ter sido mais tranquilo. Tudo bem dar cartão por reclamação, mas o Wendel fez cinco faltas seguidas, inclusive uma muito dura, e ele não deu amarelo. O Juan também não fez nada contra o árbitro, jogar contra a torcida, um aplauso daquele jeito não ofendeu o árbitro, mas infelizmente aconteceu. É complicado, porque o jogador precisa conversar com o árbitro, o jogador não precisa concordar com tudo. Jogador não é obrigado a concordar com tudo que o árbitro marca. Mas sabemos que temos jogadores experientes, vamos tentar conversar menos com os árbitros”, concluiu.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir