Dia a dia

Quadrilha usava camisas do Detran para realizar assaltos em Manaus

O quarteto foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo - foto: divulgação

O quarteto foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo – foto: divulgação

Quatro pessoas foram presas na noite desse domingo (12) com drogas, placas de carros e camisas do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). As prisões ocorreram na Zona Norte de Manaus.

Os presos são: Natalício Almeida Mota Filho, 29, conhecido como ‘Loiro’ a esposa dele Ellen Cristina Lira da Silva, 21, José Gilberto Moreira de Souza, 46, o ‘Betão’ e Michael Neves Marinho, 30.

De acordo com informações de policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), a guarnição recebeu uma denúncia anônima informado que uma quadrilha estava em uma residência, situada na rua irmã Dulce, no Conjunto Carlos Braga, Zona Norte, se preparando para realizar assaltos na cidade.

Ao chegar na residência, os PMs encontraram o casal Natalício e Ellen. Durante a abordagem a mulher confessou que o marido vendia drogas e que o dinheiro da renda do produto ilícito estava enterrado no quintal do imóvel.

Foram realizadas as buscas no quintal, onde foi encontrada a quantia de R$ 529 em espécie. Questionado onde estava a droga, Natalício informou que guardava o entorpecente na casa de um homem identificado como José Gilberto Moreira de Souza, 46, o ‘Betão’, no mesmo bairro.

Na casa de José foi encontrado um revólver calibre 38 com quatro munições intactas, além de uma pedra de oxi e 35 trouxinhas de cocaína, além de seis placas de veículos, todas legais.

Ellen também indicou o endereço de Michael, o quarto integrante da quadrilha. Na casa do suspeito, no loteamento Campo Dourado, na mesma zona, foram encontradas uma porção de oxi, além de seis camisas grafadas com o nome do Detran.

Conforme a polícia, as camisas e as placas eram usadas para efetuar assaltos pela cidade.

O quarteto foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo. Após os procedimentos serão levados para uma das unidades prisionais da capital.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir