Dia a dia

Quadrilha que já roubou mais de R$300 mil de vítimas é apresentada pela polícia nesta quarta

A dupla será serão encaminhada à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa - divulgação/PC

A dupla será serão encaminhada à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa – divulgação/PC

O feirante Davi de Souza da Silva, 35, e o desempregado João Pedro da Rocha Alves, 21, foram apresentados na manhã desta quarta-feira (26) como integrantes de uma quadrilha especializada em roubos a empresários da capital.

A apresentação aconteceu na sede da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), no Alvorada 2, Zona Centro-Oeste.

Eles são apontados como integrantes de uma quadrilha especializada em roubos a empresários da capital. Os valores levados pela dupla ultrapassam R$ 300 mil.

De acordo com o delegado titular da Derfd, Adriano Felix, João foi preso por policiais militares do último sábado (22), no momento em que caminhava pela rua Dez de Julho, bairro Centro, Zona Sul. A prisão de Davi foi realizada por investigadores da Derfd, na tarde dessa terça-feira, por volta das 15h, na casa onde ele morava, na rua Lagoa, bairro Educandos, Zona Sul.

Conforme a equipe de investigação da Derfd, a dupla estava sendo investigada desde o dia 27 de julho deste ano, quando o industriário Thiago Castro da Gama, 25, conhecido como “Jacaré”, foi preso por roubo na rua José Paranaguá, Centro da capital. O infrator, apontado como líder do bando, revelou que não agia sozinho. Na delegacia, testemunhas e vítimas fizeram o reconhecimento de Davi e João por meio de fotografias armazenadas no banco de dados da Polícia Civil.

“Davi trabalhava com o pai dele na Feira da Banana, na rua Pedro Botelho, bairro Centro, e passava informações para João e Thiago sobre os pagamentos que empresários recebiam pela venda das mercadorias. Eles agiam, preferencialmente, de madrugada, quando abordavam as vítimas e cometiam os roubos”, explicou Felix.

Ainda de acordo com o delegado, atualmente existem quatro procedimentos de roubo instaurados em nome dos infratores. Todos ocorridos neste ano. “O primeiro foi no bairro Coroado 2, de onde levaram R$ 110 mil, no dia 14 de abril. O segundo aconteceu no bairro São José, em 22 de maio, de onde levaram R$ 4,5 mil. A terceira situação ocorreu no bairro Coroado 2, no dia 13 julho, de onde eles levaram R$ 55 mil. O último caso registrado foi cometido no dia 15 deste mês, no bairro São Lázaro, quando foi roubado R$ 72 mil em espécie e R$ 10 mil em joias”, disse.

Davi e João foram presos em cumprimento a mandados de prisão, expedidos no dia 20 de agosto deste ano, pela 2ª Vara Criminal. Eles foram indiciados por roubo majorado e, ao término dos procedimentos cartorários serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão à disposição da Justiça.

Por Mara Magalhães com informações de Cecilia Siqueira e assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir