Sem categoria

Quadrilha especializada em roubos e envolvida com tráfico de drogas é presa em Manaus

Durante as investigações, foi descoberto que a quadrilha especializada em roubos também estava ligada ao tráfico de drogas - foto: Arthur Castro

Durante as investigações, foi descoberto que a quadrilha especializada em roubos também estava ligada ao tráfico de drogas – foto: Arthur Castro

Uma quadrilha – formada por mais de oito pessoas –, especializada em roubos a postos de combustíveis da Zona Norte e relacionada com o tráfico de drogas, foi presa entre quarta (10) e quinta-feira (11).

Três integrantes do bando foram presos com aproximadamente R$ 30 mil em cofre roubado de um posto de gasolina – localizado na avenida Timbiras, Zona Norte da capital –, no dia 1º de junho. Um adolescente foi apreendido e um suspeito está foragido, ambos têm participação no crime.

Alessandro Trindade Pereira, 20, e Luiza Cristina Fernandes, 21, foram presos por volta de 11h de ontem, dentro de um motel situado na avenida Max Teixeira, bairro Cidade Nova, na Zona Norte. Os dois confessaram a autoria dos crimes, alegando que o grupo realizava os assaltos apenas por diversão e gastava o dinheiro com roupas e festas.

Após a prisão do casal, Noriega do Nascimento Oliveira, 27, também foi preso, por volta de 12h, em via pública, na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste. Na ocasião, Noriega estava conduzindo o veículo – Fiat Pálio, de cor prata, placa NEB-1009 – utilizado no dia do crime.

Além do automóvel, também foi apreendido um revólver calibre 32 com três munições intactas. Ao ser questionado sobre o cofre roubado, o suspeito informou que o objeto estava escondido em um terreno baldio, situado no bairro Novo Aleixo, Zona Norte da cidade.

Na casa de Noriega, foram encontrados uma motocicleta de modelo Yamaha, cor preta, placa JXT-7951, além da quantia de R$1 mil. O suspeito foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

Os mandados de prisão de Alessandro e Luiza foram expedidos no dia 10 de junho, pelo juiz da 2ª Vara Criminal, Eliezer Fernandes Júnior. O casal foi indiciado pelo crime de roubo majorado e associação criminosa.

O trio também vai responder por corrupção de menores, associação criminosa e roubo duplamente qualificado.

Segundo o titular do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), delegado Rafael Allemand, o caso começou a ser investigado após informações repassadas pela imprensa nesta segunda-feira (8). “Nós começamos as investigações no início desta semana. Em seguida, conseguimos os mandados e efetuamos as prisões”, relatou a autoridade policial.

De acordo com o delegado, o bando se encontrava toda noite para efetuar os crimes em postos de combustíveis e drogarias. A estimativa é de, aproximadamente, cinco assaltos efetuados pelo grupo.

Ainda conforme Allemand, durante as investigações, foi descoberto que os integrantes da facção criminosa também tinham ligações com o tráfico de drogas.

A partir daí, os investigadores chegaram até o traficante Felipe Batista Ribeiro, 27, preso por volta de 12h30, desta quinta-feira (11), em frente à residência dele, localizada na rua 23, bairro Redenção, Zona Centro-Oeste da capital.

A prisão foi realizada no momento em que o traficante estava saindo de casa em automóvel – modelo Honda City, cor prata, placa JXL-5111 – com restrição de roubo.

Com Felipe, foram apreendidos três carregadores de arma de fogo, além de munições de calibre 38 e 40.

O suspeito foi autuado por receptação e posse de acessórios e munições de arma de fogo de uso restrito, além de ser indiciado por tráfico de drogas.

Tráfico de drogas

Neisa Mara Rios Alencar, 40, e Daykissiana Oliveira Salazar, 19, também conhecida como ‘Nega do Pó’, foram presas, por volta de 12h30 desta quinta (11), na residências delas, situada na rua Rio Negro, bairro São José, Zona Leste. A dupla armazenava armas e drogas para o traficante.

Na residência das duas mulheres, foram encontrados 1 quilo de cocaína e uma pistola PT-40, com numeração raspada. Neisa Mara e ‘Nega do Pó’ foram autuadas por tráfico de drogas. Neisa também vai responder por posse ilegal de arma de fogo.

Ainda no local, duas adolescentes de 15 e 17 anos foram apreendidas. No momento da abordagem, a jovem de 17 anos apresentou identidade falsa e foi autuada por falsidade ideológica, enquanto a menor de 15 anos estava portando a pistola e vai responder por porte ilegal de arma de fogo. Ambas serão encaminhadas à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Por Narel Desiree (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir