Especiais Impresso

Sinetram vai a São Paulo renegociar dívidas com bancos

Representantes do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) viajaram a São Paulo, nesta quinta-feira (28), na tentativa de renegociar empréstimos feitos pelas empresas que operam no transporte coletivo de Manaus. Desde 2011, as transações bancárias viabilizaram a compra de quase mil ônibus novos e o aporte de capital de giro para pagar despesas correntes. Atualmente, as empresas estão inadimplentes em algumas parcelas dos empréstimos.
De acordo com o presidente do Sinetram, Carmine Furletti, devido à grave crise por qual as empresas e o país estão passando, as concessionárias deixaram de realizar o pagamento das dívidas para honrar compromisso com seus colaboradores e fornecedores.
“As empresas estão fazendo o possível para honrar seus compromissos, principalmente, com seus colaboradores e fornecedores. Porém uma série de fatores afetam o sistema de transporte coletivo de Manaus, o que tem impedido o pagamento das parcelas. Vamos nos reunir com os representantes dos bancos e tentar fazer acordos, de modo que os veículos não sejam apreendidos e prejudique a população que depende do transporte coletivo”, destacou Furletti.
Ainda de acordo com o presidente, dentre os empréstimos, há um junto ao banco sueco EKN, intermediado pelo Banco HSBC, em dólares. Além do presidente, o Sinetram será representado pelo diretor operacional, Algacir Gurgacz.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir