Especiais

Ministério da Saúde adota novo critério para definir suspeita de microcefalia

O Ministério da Saúde passa a adotar, a partir desta quarta-feira (9), novos critérios identificar casos de suspeita de microcefalia em recém-nascidos.
O protocolo anterior considerava como microcefalia os casos em que o perímetro da cabeça do bebê ao nascer era menor ou igual a 32 cm – parâmetro para aqueles com partos não prematuros.
Agora, a medida passa a 31,9 cm, no caso de meninos, e 31,5 cm, no caso de meninas. A mudança segue nova orientação da OMS (Organização Mundial de Saúde), e vale para bebês nascidos com 37 semanas ou mais de gestação.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir