Especiais Impresso

Narcotraficante é preso na fronteira entre Brasil e Venezuela

Nem a mudança facial, feitas por meio de cirurgias plásticas, e, o uso de documento falso impediram o narcotraficante mais procurado do Amazonas e um dos fundadores da facção criminosa Família do Norte (FDN), João Pinto Carioca, “João Branco”, de ser preso por agentes da Polícia Federal (PF), na manhã de ontem (25). “João Branco”, que estava foragido desde março de 2014 por mandar matar o delegado da Polícia Civil (PC) Oscar Cardoso, foi capturado no momento em que tentava entrar no Brasil por meio da fronteira da Venezuela, na cidade de Pacaraima, em Roraima (RR). Da Venezuela, conforme a polícia, o narcotraficante comandava o tráfico de drogas no Amazonas.

Com várias pistas que indicavam que o narcotraficante estava escondido na Venezuela, “João Branco” entrou para a lista da Interpol e vinha sendo procurado em 188 países. Ao ser perguntado onde o acusado estava escondido por todos esses anos, o superintendente da Polícia Federal (PF) Marcelo Rezende, afirmou que não poderia informar para não atrapalhar as investigações.

Nas redes sociais, há comunidade dedicada à facção criminosa. Nela, os membros comentaram a prisão do traficante:

JB PRESO 2

JB PRESO

Relembre no vídeo abaixo o assassinato do delegado Oscar Cardoso:

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir