Especiais Impresso

Presidente Figueiredo: mais terra, menos água

Há meses Presidente Figueiredo deixou de ser a terra das cachoeiras fartas. O Lago de Balbina, sempre inundado, também quase não lembra, em um de seus trechos, a imensidão das águas. Hoje o cenário é desolador. Os cursos de água estão em situação de calamidade, quase que completamente secos, o que tem prejudicado a vida das comunidades da área rural do município.
Alguns percursos que antes levavam 45 minutos para serem realizados, hoje estão levando até seis horas para serem concluídos, isso porque grande parte dele é feito empurrando a canoa. A dificuldade de locomoção causada pela seca é sentida também na agricultura familiar e na criação de animais, algumas das fontes de renda dos moradores das comunidades atingidas.

eTYBA_EDIT_MG_9657

TYBA_EDIT_MG_9675

TYBA_EDIT_MG_9731

TYBA_EDIT_MG_9741

TYBA_MG_9657

TYBA_MG_9686

TYBA_MG_9689

TYBA_MG_9704

TYBA_MG_9749

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir