Especiais Impresso

Secretaria ainda não fiscalizou imóveis para combater mosquito

A determinação do governo federal de invadir imóveis abandonados para identificar focos do mosquito Aedes Aegypti e prevenir contra a proliferação do inseto ainda não foi aplicada no Amazonas. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) disse que, desde o início da mobilização contra o mosquito, o uso dessa tática para fiscalizar essas estruturas não foi necessário. Segundo o órgão, o cumprimento da portaria da Presidência da República deve obedecer a um protocolo. São necessárias três visitas aos imóveis e a elaboração de um laudo atestando a impossibilidade de vistoriar os locais com o consentimento dos proprietários. Dos imóveis já visitados em Manaus, a Semsa informou que conseguiu vistoriá-los em uma segunda e terceira visitas.

q1

q2 q3 q4

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir