Especiais Impresso

Orquestra Sinfônica de São Paulo inspira longa brasileiro

Estrelado por Lázaro Ramos, o longa-metragem “Tudo que Aprendemos Juntos” é baseado na história real dos primeiros passos do Instituto Baccarelli, que oferece aulas de música para crianças e jovens carentes, e na peça Acorda Brasil, de Antônio Ermírio de Moraes.
Na trama, Laerte (Ramos) é um habilidoso violinista que falha em sua tentativa de entrar na Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP ) após ter uma crise em sua audição para integrar o grupo. A redenção de tamanha frustração chega por uma via que ele jamais esperava quando passa a dar aulas a dar aulas de música na comunidade de Heliópolis para adolescentes em situação de vulnerabilidade social.
Dentre a falta de recursos e a violência urbana, Laerte terá de enfrentar diversos desafios para mostrar um novo horizonte para seus jovens alunos. O elenco do filme conta Fernanda de Freitas, Sandra Corveloni, Graça de Andrade e Criolo. A direção é de Sérgio Machado, que trabalhou com Lázaro em Cidade Baixa e também dirigiu Aqui Deste Lugar, Quincas Berro D’Água e Alice.
Inicialmente, Cauã Reymond deveria interpretar o personagem principal. Ele já estava inclusive tendo aulas de violino, mas sua agenda lotada, por causa das filmagens de uma telenovela, obrigou-o a abandonar a produção. Ele foi substituído por Lázaro Ramos.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir