Política

“Provem que sou culpado e vou a pé até a delegacia”, diz Lula em pronunciamento

Após ser denunciado por força-tarefa da Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez pronunciamento na tarde desta quinta-feira (15), em coletiva de imprensa em São Paulo. Ao lado de aliados do partido, ele reafirmou sua inocência e disse que, caso comprovado contra ele qualquer ato de corrupção, iria a pé até a delegacia, “como os fiéis vão até Aparecida do Norte para pagarem seus pecados”.

Durante a declaração, Lula contou histórias, fez piadas com referência à fala do procurador da República Deltan Dallagnol e chegou a pedir aos petistas que vestissem vermelho pelo “orgulho que têm pelo partido”.

Emocionado, o ex-presidente diz que “conquistou o direito de andar de cabeça erguida” e pediu respeito à sua família. “Querem me investigar? Que me investiguem. Eu só quero que sejam verdadeiros comigo. Eu só quero que respeitem a dona Marisa.”

A coletiva foi finalizada sem tempo para perguntas.

O ex-presidente Lula foi denunciado ontem pela força-tarefa da Lava Jato sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro. Os investigadores afirmam que o petista comandou o esquema de corrupção na Petrobras e atuou, junto com a empreiteira OAS, no desvio de ao menos R$ 87,6 milhões da estatal.

Após apresentação da denúncia da Lava Jato, sua defesa a classificou como “truque de ilusionismo”.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir