Política

Protestos contra o governo Dilma agitam as principais capitais brasileiras

Os atos já se encerraram em Maceió em Salvador, onde os atos, segundo a PM, reuniram 25 mil e 20 mil pessoas, respectivamente - fotos: Agência Brasil

Os atos já se encerraram em Maceió em Salvador, onde os atos, segundo a PM, reuniram 25 mil e 20 mil pessoas, respectivamente – foto: Agência Brasil

Os protestos contra o governo da presidente Dilma Rousseff estão agitando as principais capitais brasileiras, desde as primeiras horas deste domingo (13). A expectativa é de que as manifestações sigam durante todo o dia até à noite.

Em Brasília, capital federal, a Polícia Militar informa que os atos reuniram 100 mil manifestantes, os organizadores falam em 200 mil. Em Belo Horizonte, onde os protestos também já se encerraram, 30 mil, segundo a PM, ou 40 mil, segundo os organizadores, foram às ruas.

No Rio, não há estimativa da polícia, mas os manifestantes que pedem o impeachment falam em 200 mil pessoas no ato realizado na orla de Copacabana.

Os atos já se encerraram em Maceió em Salvador, onde os atos, segundo a PM, reuniram 25 mil e 20 mil pessoas, respectivamente.

Em São Paulo, onde os atos começariam oficialmente às 14h, os manifestantes já ocupavam a avenida Paulista desde o fim da manhã. Os organizadores esperam reunir público semelhante ao de agosto do ano passado, quando 135 mil pessoas foram à avenida, segundo o Datafolha.
Os manifestantes pedem o impeachment de Dilma. Até agora, não há registro de confrontos, o que foi comemorado pelo governo, que avaliou os atos como “fortes”.

Neste sábado (12), Dilma pediu que manifestantes evitem violência –o Planalto teme que confrontos possam afetá-la ainda mais. Apesar dos apelos da cúpula palaciana e do PT, militantes prometem fazer atos em defesa do partido em cidades como Porto Alegre, Fortaleza, Vitória e Recife.

Há protestos ocorrendo ainda no Recife e Fortaleza, mas estimativas não foram divulgadas.

Veja o público por capital

Brasília 100 mil (PM) e 200 mil (organizadores)
Rio 200 mil (organizadores); PM não estimou
Belo Horizonte 30 mil (PM) e 40 mil (organizadores)
Salvador 20 mil (PM) e 25 mil (organizadores)
São Luís 4.000 (PM) e 5.000 (organizadores)
Maceió 25 mil (PM) e 40 mil (organizadores)
Belém 70 mil (organizadores); PM não estimou
Recife 150 mil (organizadores); PM não estimou

Com informações da Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir