Esportes

Proposta prevê incentivos ao futebol amazonense

MANAUS 11/02/13 - VEREADOR ROZENHA (PSDB) DISCURSA NA SESSAO PLENARIA DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS (CMM). FOTO:TIAGO CORREA/CMM

Vereador, que também presidente do Fast Clube, propõe ajuda aos clubes do futebol local – foto: Tiago Correa/ CMM

O presidente da Comissão de Esportes da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Ednailson Rozenha (PSDB), protocolou, ontem (5), uma indicação ao Governo do Estado, propondo que a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) conceda reduções tributárias às empresas com sede na capital que, comprovadamente, contribuírem com a manutenção e o desenvolvimento do futebol amazonense.

A proposta veio após a Federação Amazonense de Futebol (FAF) extinguir a Série B do campeonato de futebol estadual, alegando falta de recursos financeiros para manter a disputa. “Acreditamos que se houver um incentivo para as empresas do Amazonas apoiarem o futebol ou qualquer outra forma de modalidade esportiva, o próprio Governo do Estado sairá economizando com isso, porque os clubes não ficarão dependentes apenas do Poder Público”, declarou Rozenha, que também é presidente do Fast Clube.

Ele reconheceu a crise que o Estado e o país passam em decorrência da queda na arrecadação tributária, mas lembrou que o Governo gasta mais de R$ 1,2 milhão por mês com a manutenção dos estádios de futebol na capital, valor que inclui as despesas com as praças esportivas de pequeno porte e da Arena Amazônia. “Se houver um incentivo empresarial ao futebol local e o aumento significativo do público, a arrecadação com os ingressos com toda certeza aliviará os cofres do governo”, ressaltou o vereador.

Rozenha espera levar a indicação para a análise dos outros vereadores ainda esta semana para que o documento seja encaminhado à Casa Civil do Estado, na próxima segunda-feira (11). “Se formos fazer as contas, um relativo incentivo às empresas do Amazonas acompanhado de uma importante campanha publicitária ajudarão decisivamente a mantermos a tradição do futebol amazonense e em contrapartida contribuiremos com o governo no custeio das despesas de manutenção dos estádios”, ressaltou.

Extinção

Em votação realizada com 12 clubes de futebol do Estado no dia 28 de abril, deste ano, a Federação Amazonense de Futebol decidiu que a Série B do Campeonato Amazonense não será mais disputada no segundo semestre deste ano. Na ocasião, o presidente da FAF, Dissica Valério Tomaz, atribuiu a extinção ao alto custo que a competição traria para os times locais.

As agremiações, contudo, não ficarão sem calendário após o término do Barezão. Ficou decidido, também, que será realizada a Copa Amazonas, que dará vaga à Copa Verde de 2016. Todos os clubes, exceto o campeão amazonense de 2015, poderão participar, porém nenhuma equipe será obrigada a jogar o torneio.

A Série B foi criada para estimular o futebol amazonense. Os grandes clubes também iriam participar, porém, com times juniores e não disputariam o título. O problema é que isso não aconteceu e a competição passou a contar com apenas quatro equipes, gerando despesas altas para os clubes.

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir